Deprecated: A função Advanced_Ads_Plugin::user_cap está obsoleta desde a versão 1.47.0! Em vez disso, use \AdvancedAds\Utilities\WordPress::user_cap(). in /var/www/html/amazonamazonia.com.br/web/wp-includes/functions.php on line 5381

Professores yanomamis entregam peça xamânica a orientador de mestrado

Compartilhe:

Dez professores da etnia Yanomami assistiram na sexta-feira (6/12) à defesa de mestrado ao indigenista Sílvio Cavuscens, realizada no Centro de Educação a Distância da Ufam, em Manaus (AM).

O novo mestre é graduado em Ciências Sociais, pela Ufam, e atua no indigenismo alternativo há vários anos.

Logo após Silvio ter sido declarado mestre pelo Programa de Pós-Graduação Sociedade e Cultura na Amazônia (PPGCCOM), o professor Hipólito Yanomami entregou ao orientador da dissertação, o professor Alfredo Wagner Breno, uma peça xamânica, uma pena de arara vermelha atrelada a dois feixes de penas de papagaio.

“Eu deixei [de lembrança] para esse senhor, porque eu sei […] que ele sempre vai lembrar de nós”, explicou Hipólito.

Explicou ainda que a peça sagrada contém a cara do pajé, a cara dos espíritos ianomâmis, e assim o agraciado nunca mais irá esquecer deles.

“Nós estamos ficando a cara dele, para ele lembrar com nós, com os yanomamis”, acentuou Hipólito.

Disse que os xamãs e os recura (pessoas em iniciação xamânica) usam essa peça para chamar os espíritos para dançar com eles, com os ianomâmis.

O ritual da academia consta da apresentação da dissertação para uma banca composta por três doutores, dois avaliadores e o presidente, o orientador.

O debate em torno da dissertação é público, mas as discussões entre os doutores sobre a aprovação ou não do mestrando é fechada.

Nesse momento, a plateia é convidada a deixar a sala e só retorna para o anúncio da decisão da banca.

Nesse caso, o professor Alfredo Wagner Breno declarou que Silvio Cavuscens havia conquistado o título de mestre.

Foi nesse momento que os yanomamis, por intermédio do Hipólito, inseriram no ritual branco, a sua homenagem a novo mestre.

Dissertação

Silvio Cavuscens defendeu a dissertação A saúde dos napëpë (não índios) e a saúde tradicional yanomami, por meio da qual ele apresenta a sua trajetória indigenista na Amazônia; apresenta a política indigenista nacional; faz uma abordagem da cultural yanomami; demonstra a implantação do subsistema de saúde indígena e seus impactos na saúde tradicional.

O estudo aponta que os Yanomami, cujo território se localiza nos Estados do Amazonas e Roraima, na fronteira com a Venezuela, estão ameaçados de etnocídio por garimpeiros e madeireiros.

Suas terras sofrem invasões recorrentes.

O estudo recomendado pela banca examinadora para publicação.

 

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.