Deprecated: A função Advanced_Ads_Plugin::user_cap está obsoleta desde a versão 1.47.0! Em vez disso, use \AdvancedAds\Utilities\WordPress::user_cap(). in /var/www/html/amazonamazonia.com.br/web/wp-includes/functions.php on line 5381

Livro Sertões de Bárbaros torna-se referência para a história da Amazônia

Compartilhe:

O livro Sertões de Bárbaros (Editora Valer), do historiador Auxiliomar Silva Ugarte, fez aniversário de circulação hoje (16/12). A obra foi lançada na então Livraria Valer, na rua Ramos Ferreira (Centro de Manaus (AM).

Nesses dez anos, a obra tornou-se leitura indispensável de pesquisadores de diversas áreas do conhecimento, principalmente daqueles que se dedicam à história da Amazônia.

Isso porque é um livro que convida o leitor à uma reflexão sobre fatos articulados entre o passado e a contemporaneidade.

Assim, será sempre um livro a tratar atualidade enquanto persistirem as contradições históricas da região.

Aliás, essa questão está pontuada por sua prefaciadora, a historiadora Mary Lucy Murray Del Piori:

Auxiliomar Ugarte desenrola com lucidez, beleza e erudição um texto onde céu e inferno, anjos e demônios se deram, certo dia, as mãos.

No passado, a Amazônia foi espoliada em nome de Deus. Hoje continua sendo em nome do progresso. Obras fundamentais, como esta, nos ajudam a refletir e a nos perguntar: até quando?!

Ainda no Prefácio, a historiadora enfatiza importância se conhecer a Amazônia desconhecida por outros Brasis:

“Nesta obra de precisão e competência, sem lugar para supérfluos, Auxiliomar Ugarte contribui de maneira esclarecedora e convincente para conhecermos melhor este território que é, ainda para muitos, apenas “um gabinete de curiosidades”.

Ugarte é professor do Departamento de História da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e se destaca entre os mais prestigiados pesquisadores da história colonial da Amazônia.

Sertões de Bárbaros tem origem na tese de doutorado de Ugarte defendida em 2004, no Programa de História Social da Universidade de São Paulo (USP), com orientação preliminar da professora Maria Pereira Toledo Machado, e orientação final da professora Mary Lucy Murray Del Priore.

Ao editor da Valer, Isaac Maciel, Ugarte enviou ontem a seguinte, por meio de um aplicativo de smartfone: “Mais uma vez agradeço ao amigo por ter acreditado no potencial desse livro, sem o qual não teria alcançado o bom sucesso de referência para os temas amazônicos que lhe são correlatos”.

Isaac disse que Sertões de Bárbaros está entre as obras mais importantes do acervo da editora, que é de mais de 1.500 títulos, a maioria sobre temas amazônicos.

 

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.