Filósofa destaca diálogo com o pensamento indígena como saída para o futuro

Compartilhe:

O livro Para aquém  ou para além de nós: uma contribuição do pensamento primitivo ou bárbaro para o pensar do futuro (Editora Valer) vem conquistando lugar de destaque na articulação do diálogo possível entre as vozes da Amazônia profunda e as bases do pensamento ocidental.

Essa é a avaliação que a autora obra, a filósofa Neiza Teixeira, faz à seção em vídeo A autora e a obra.

Neste vídeo ela também revela a trajetória de elaboração do livro, que se deu entre o Brasil, Portugal, França e Alemanha, e como ele vem sendo recebido no meio acadêmico.

Para a filósofa, vivemos, neste momento, o retorno do pensamento ocidental às suas bases gregas, e é nesse contexto que o pensamento indígena, por exemplo, pode dar a sua contribuição, uma vez que, mesmo sob séculos de influências externas, se mantém voltado para uma visão mais holística e menos individualista.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.