Deprecated: A função Advanced_Ads_Plugin::user_cap está obsoleta desde a versão 1.47.0! Em vez disso, use \AdvancedAds\Utilities\WordPress::user_cap(). in /var/www/html/amazonamazonia.com.br/web/wp-includes/functions.php on line 5381

Festival Internacional de Lambe-Lambe reúne 800 trabalhos de 130 artistas

Compartilhe:

Um mural coletivo inspirado na arte de rua ocupa, a partir da próxima sexta (28/2), o Espaço Mediações da Galeria do Largo, no Centro de Manaus.

Trata-se do Festival Internacional de Lambe-Lambe – Os Lambes de Todo o Mundo, produzido pelo artista Eraquário.

São mais de 800 cartazes de lambe-lambe, impressos de vários tamanhos ou produzidos artesanalmente, que levam esse nome por conta do processo de colagem manual em muros e paredes.

São 130 artistas participando, sendo 11 de capitais do Norte (Manaus, Macapá e Porto Velho) e ainda de países como Canadá, México, Austrália e Nova Zelândia.

A iniciativa da exposição é do artista e designer Luiz Lima, conhecido no meio artístico como @eraaquário.

Ele fez um chamado nas redes sociais e recebeu muitos lambe-lambes pelo correio.

“Nem todos foram utilizados e alguns vamos expor nas ruas de Manaus”, diz o artista.

Há um pouco de tudo no material, e ele lembra que a maioria tem uma mensagem política, mesmo que sutil.

As mensagens mais explícitas que estarão na exposição, lembra ele, fazem referência à emancipação feminina e à liberdade sexual.

@eraaquario explica que o lambe-lambe como manifestação artística é comum em grandes capitais e feito por autodidatas.

Seu trabalho, que tem influência de diversas linguagens – da pop art aos HQs, faz referências provocativas a símbolos do discurso LGBT, como a figura dos heróis Batman e Robin se beijando.

Entre os artistas, Lima destaca o trabalho de Alberto Pereira, do Rio de Janeiro, e o de Hello The Mushroom, da Inglaterra.

Da região Norte, além do trabalho de Luís há lambes de artistas como Mendes Auá e Keila Serruya (Manaus), Kenaldy (Boa Vista, RR), Movemoov (Macapá, AP) e Vih Mourão (Porto Velho, RR).

Também há trabalhos de participantes de oficinas de produção lambe-lambe que Lima realizou em setembro de 2019 e no início deste ano.

No Espaço Mediações, que fica no segundo piso da Galeria do Largo, também será inaugurada a exposição individual de Univercaos, de Micael Santos, que também terá alguns de seus trabalhos na exposição de Lambes.

Santos trabalha com colagens, que extrai de revistas e, também, manipula no computador.

Ele faz algumas “brincadeiras” com símbolos de Manaus, como a foto do Teatro Amazonas onde a rua dá lugar ao rio e há uma floresta ao fundo.

As duas exposições serão abertas na próxima sexta (28/2) a partir das 19h, e permanecerão abertas à visitação até o dia 31 de maio, das 14h às 20h.

A Galeria do Largo fica na Rua Costa Azevedo, 290, Largo São Sebastião, no Centro de Manaus.

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.