Parentes de Bob Marley gravam One Love para campanha do Unicef

O remix será lançado em 17 de julho pela gravadora criada por Bob Marley, Tuff Gong International, e pela Amplified Music.

Os membros da família do cantor e compositor Bob Marley estão participando da regravação da canção One Love como parte de uma campanha do Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef.

A campanha Reimagine quer arrecadar recursos para projetos que reflitam num mundo mais justo para as crianças, afetadas pela pandemia do novo coronavírus.

Apoio

O artista jamaicano, que morreu em 1981 aos 36 anos, é considerado um dos maiores nomes do reggae no mundo.

A música foi gravada por Marley e The Wailers, em 1977. A filha do artista, Cedella Marley, contou que o pai compôs a canção “para falar de unidade, paz e amor universal durante um período em que havia muitos problemas no mundo.”

A herdeira de Bob Marley acredita que “mesmo num momento em que as pessoas não podem se reunir, a mensagem continua sendo verdadeira, e que é possível superar essa crise global com união.”

Lançamento

O Unicef informou que o remix será lançado em 17 de julho pela gravadora criada por Bob Marley, Tuff Gong International, e pela Amplified Music. Todos os lucros de vendas e outras atividades serão destinados diretamente à campanha.

Para apoiar o lançamento, a rede social TikTok proporá um desafio especial a seus usuários.

O Fundo da ONU para a Infância também fez uma parceria com a joalheria Pandora, que irá doar um dólar para cada dólar angariado com a regravação de One Love até o valor de US$ 1 milhão.

O Unicef espera que o remix se torne uma espécie de “hino global” ao ser interpretado por parentes de Bob Marley e músicos de várias partes do mundo, além de artistas que vivem em áreas de conflito e crianças de comunidades vulneráveis.

A diretora-executiva do Unicef, Henrietta Fore, afirma que a canção “traz uma verdade fundamental sobre a pandemia, a esperança de derrotar a Covid-19 e de reimaginar um mundo mais igualitário e menos discriminatório para as crianças através da solidariedade e cooperação globais.”

Uma funcionária do Unicef conversa com mulheres nos arredores de Caracas, Venezuela. Foto: UNICEF/Eduardo Párraga A diretora-executiva do Unicef, Henrietta Fore, afirma

Crise

A agência da ONU lembra que a Covid-19 mudou a vida das crianças em todo o mundo e expôs desigualdades.
O Unicef diz, que pelos próximos seis meses, uma média de 6 mil crianças por dia correrão risco de morte por causas evitáveis. Mais de 90% delas vivem em países de baixa ou média rendas.

As crianças também são extremamente vulneráveis aos impactos indiretos da crise, como fechamento de escolas, escassez de alimentos, acesso limitado a cuidados de saúde e falhas de distribuição de suprimentos médicos.

O dinheiro da campanha “Reimagine” ajudará a responder as necessidades imediatas, como kits de higiene, equipamento de proteção e campanhas de informação. Também deverá apoiar esforços de curto prazo nas áreas de educação, proteção e saúde.

Para Henrietta Fore, esta é uma “oportunidade única de traçar um futuro melhor para as crianças e jovens.” A chefe da agência afirma que One Love” vai levar o resto do mundo a ouvir isto.


Fonte: Onu News

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.