Deprecated: A função Advanced_Ads_Plugin::user_cap está obsoleta desde a versão 1.47.0! Em vez disso, use \AdvancedAds\Utilities\WordPress::user_cap(). in /var/www/html/amazonamazonia.com.br/web/wp-includes/functions.php on line 5381

Unesco e parceiros anunciam apoio a 3,3 mil famílias no Brasil

Compartilhe:

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco) integra a parceria Energia do Bem para levar 100 toneladas de alimentos para 3,3 mil famílias brasileiras até o fim do ano.

A colaboração com a Energisa e outros 12 parceiros levará cestas básicas e materiais informativos sobre a Covid-19, além de precauções que devem ser tomadas pela população. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) calcula que mais de 10 milhões de pessoas passem fome em todo o país.   

Impacto

De acordo com a agência da ONU, os grupos mais fragilizados sofrem os impactos mais adversos da situação, em especial em regiões brasileiras onde as desigualdades econômicas são mais acentuadas.

Até agora, o movimento já entregou 2,5 mil kits de alimentos em 13 municípios. Os beneficiários da iniciativa são de estados como Acre, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, São Paulo, Paraíba, Paraná, Rio de Janeiro, Rondônia, Sergipe e Tocantins.

Organizações da Sociedade Civil e lideranças locais ampliam o alcance do projeto a pessoas em maior situação de vulnerabilidade social e econômica. Cestas de alimentos são compradas em estabelecimentos e são entregues durante três meses.

A iniciativa tem objetivo de fazer um diagnóstico socioeconômico dos beneficiários avaliando os impactos da pandemia em relação a fatores como segurança alimentar e nutricional, vulnerabilidade à violência, trabalho e renda, e expectativas na fase pós-pandemia.

Alimentos

A diretora e representante da Unesco no Brasil considera “urgente coordenar ações de solidariedade e de engajamento para minimizar os efeitos da pandemia, principalmente nos grupos mais vulneráveis”.

Para Marlova Jovchelovitch Noleto, a parceria atua em favor de famílias e comunidades afetadas durante essa crise, além de contribuir com as organizações da sociedade civil e lideranças comunitárias na distribuição de alimentos e produtos de higiene.

Já para a vice-presidente de Gente e Gestão do Grupo Energisa, Daniele Salomão, a presença pelo país deve ajudar a promover a segurança alimentar dos mais vulneráveis. A representante realçou os benefícios da iniciativa na economia local para restabelecer o cotidiano dos beneficiários.

A série de ações humanitárias inclui a doação e manutenção de ventiladores pulmonares, a distribuição de máscaras para hospitais e comunidades indígenas.

A ajuda também envolve obras elétricas em unidades públicas de saúde, captação de recursos para ajudar idosos e pequenos artistas e empreendedores.


Fonte: ONU News

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.