Nama/Ufam é selecionado para o maior evento de arquitetura da Ásia

Compartilhe:

O Núcleo Arquitetura Moderna na Amazônia (Nama) da Faculdade de Tecnologia da Universidade Federal do Amazonas teve projeto selecionado para participar do maior evento de Arquitetura do continente asiático em 2021.

Trata-se da Seoul Biennale of Architecture and Urbanism 2021 – Building the resilient city (Bienal de Arquitetura e Urbanismo de Seul 2021 – construindo cidade resiliente), que ocorrerá no período de 16 de setembro a 30 de outubro.

O projeto do Nama Arquitetura resiliente na Amazônia foi selecionado, dentre cerca de 1,1 mil inscrições, a participar do maior evento de Arquitetura da Ásia.

O evento será na Coreia do Sul entre setembro e outubro de 2021, com o tema sobre cidades após a pandemia.

“Nosso projeto tem como objetivo relacionar trabalhos que ressaltam a Arquitetura e a natureza na Amazônia”, explica o curador do projeto selecionado, professor do curso de Arquitetura e Urbanismo da Ufam, Marcos Cereto.

“Manaus é uma dessas cidades que estará representada por meio de projetos na Bienal. Até o momento (não temos a confirmação) Manaus é a única cidade do Brasil selecionada”, afirmou Marcos Cereto.

A seleção do projeto Arquitetura resiliente na Amazônia passou por três etapas rigorosas até ser escolhido dentre inúmeros inscritos.

O evento vai expor trabalhos aquitetônicos propostos para a cidade de Manaus com a temática ‘Construindo cidades resilientes’ e que ainda vão passar por um processo de seleção da curadoria do Nama.

Núcleo Arquitetura Moderna na Amazônia

O Nama reúne arquitetos, pesquisadores, professores, artistas e interessados na preservação, divulgação e documentação da modernidade na Amazônia.

Oficialmente como núcleo temático da Faculdade de Tecnologia, desde 2018, reúne associados e participantes de 11 universidades e 10 estados brasileiros.

Iniciou suas atividades em 2016, e desde então já realizou seminários regionais em Manaus, Palmas, Belém e Boa Vista. Além dos seminários, organizou duas exposições itinerantes: Exposição de arquitetura contemporânea na Amazônia – XAMA e  L’Amazonie en constrution: l’architecture des fleuves volants.

O núcleo coordena os grupos de pesquisa destas universidades que editam a primeira revista científica de Arquitetura e Urbanismo na Região Norte: Amazônia Moderna.


Fonte: Ufam/Ascom

Texto: Juscelino Simões

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.