Ufam faz homenagem póstuma on-line ao doutor Ivan Tramujas

Compartilhe:

A Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Amazonas (FM/Ufam), por meio do Departamento de Clínica Cirúrgica, realizou, nos últimos dias 23 e 24 de abril, na modalidade on-line, o I Workshop do Mestrado Profissional em Cirurgia, programa de pós-graduação vinculado ao Departamento de Clínica Cirúrgica da FM/Ufam.

Homenagem póstuma

Durante o evento, foi realizada uma homenagem virtual póstuma ao coloproctologista e professor associado da disciplina Cirurgia do Aparelho Digestivo da FM/Ufam, doutor Ivan Tramujas, que faleceu no último dia 5 de abril, vítima de Covid-19.

Durante os mais de 30 anos de atividades dedicadas à Ufam, o doutor Ivan Tramujas atuou como médico assistencial da Clínica do Hospital Universitário Getúlio Vargas e na carreira docente.

Perda irreparável

O coordenador-geral do evento, doutor Fernando Westphal, declarou que a partida do doutor Ivan Tramujas é uma perda irreparável para a Universidade.

“A homenagem foi realizada na abertura do evento, a qual contou com a presença do reitor, professor Sylvio Puga, da pró-reitora de Pesquisa e Pós-graduação, professora Selma Baçal e da professora Denise de Freitas, da Capes. O tributo foi apresentado pelo doutor Gerson Nakajima, que relatou, de forma emocionante, a perda irreparável que foi a morte do doutor Ivan Tramujas para a nossa faculdade de Medicina e para a nossa Universidade. A esposa do doutor Ivan, dona Lúcia, e as filhas dele, Bárbara, que é aluna do PPGRACI, Débora e Letícia estiveram presentes na homenagem”, ressaltou o coordenador.

 Perfil

Durante pronunciamento, o contemporâneo de Departamento do doutor Tramujas, professor Gerson Nakajima, ressaltou a precoce partida do colega de trabalho e amigo pessoal.

“Restou-nos uma informação sombria de que o mestre tombou em combate contra um vírus, por uma onda de terror que assola o planeta, que destrói vidas e mutila sonhos, entulha sofrimento e dissemina luto e dor pelos quatro cantos da terra. Teria que ser um inimigo invisível para arrastar o resiliente Ivan para outras dimensões. Ele era implacável na perseguição de suas metas, incansável quando definia seus objetivos e só descansava quando os considerava alcançáveis e aí, de imediato, já definia o próximo desafio. Foi assim ao longo de sua vida exitosa. A academia se sentirá diminuída pela sua ausência, mas glorificada e referenciada na sua memória”, elogiou doutor Nakajima.

Formação acadêmica

 Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Paraná, o doutor Ivan Tramujas possuía mestrado em Patologia Tropical e doutorado em Doenças Tropicais e Infecciosas. Tinha residência médica em Cirurgia do Aparelho digestivo (HC/UFPR), habilitação em cirurgia videolaparoscópica, aperfeiçoamento em Medicina do Trabalho, em Medicina Aeroespacial, 15 cursos técnicos e na carreira militar, além de ser membro da Sociedade Brasileira de Coloproctologia.

Na Ufam, era líder do grupo de pesquisa do Sistema Digestório. Era reconhecido pelo projeto de detecção precoce do câncer anal, método preventivo que ficou conhecido como “Papanicolau anal”, que deu origem a diversas publicações científicas nos âmbitos nacional e internacional.

Foi pioneiro da cirurgia videoendoscópica no Hospital Universitário Getúlio Vargas, em 1990, e sempre promoveu cursos e demonstrações de tecnologias de vanguarda.

 Cargos administrativos

Na área administrativa, foi diretor geral do Hospital Universitário Francisca Mendes (HUFM), coordenador da disciplina Clínica Cirúrgica, coordenador do curso de Medicina, gerente de Telessaúde, coordenador do curso de pós-graduaçao de Mestrado Profissional em Cirurgia (PPGRACI), coordenador da disciplina Metodologia da Pesquisa científica, vice-diretor da FM, coordenador do Laboratório de Cirurgia Experimental do Centro de Pesquisa em Saúde (Cepes), responsável técnico do serviço de cirurgia geral do HUGV/EBSERH, supervisor do Programa de Residência Médica em Cirurgia Geral.


Fonte: Ufam/Ascom

Texto: Márcia Grana

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.