Reitor e vice-reitora eleita recepcionam novos pró-reitores

Compartilhe:

O reitor da Universidade Federal do Amazonas, professor Sylvio Puga, e a vice-reitora eleita, professora Therezinha Fraxe, recepcionaram hoje (07/5) os novos pró-reitores, que ocuparão pastas da Administração Superior da instituição, no período de 2021-2025.

Foram apresentadas a pró-reitora de Administração e Finanças (Proadm), a professora Ângela Bulbol; pró-reitora de Gestão de Pessoas, a professora Kátia Schweickardt; a pró-reitora de Inovação Tecnológica (Protec), professora Tanara Lauschner; a professora Karime Bentes, da nova pasta de Assuntos Estudantis; e o pró-reitor de Extensão (Proext), professor Almir Menezes.

O reitor, professor Sylvio Puga, deu as boas-vindas à equipe e compartilhou experiências de aprendizado e realizações ao longo dos quase quatro anos de gestão. Salientou as especificidades da instituição que demandam decisões compartilhadas, democráticas e amplamente discutidas com a comunidade e as esferas colegiadas.

“Este momento é um novo capítulo para a Ufam. Algumas características nossas não mudam, como a administração aberta ao diálogo, focada no ser humano e em resultados. Contudo, vamos ampliar as ferramentas para que a Instituição, nosso professor, aluno, técnico e a sociedade se desenvolvam e fortaleçam”, garantiu. Ele fez questão, também, de agradecer aos pró-reitores ainda no cargo, que de forma, ética e republicana serviram fielmente à Instituição.

Em seu pronunciamento, a vice-reitora eleita, professora Therezinha Fraxe, desejou sucesso aos novos gestores e realizações profícuas frente às suas respectivas pró-reitorias.

“Trabalharmos pensando a Ufam como um importante vetor social e de desenvolvimento regional devem ser nossos guias, assim os resultados virão. Com a expertise, empenho e dedicação à Ufam, nós a faremos mais forte”, frisou.

Transição administrativa

A partir da segunda quinzena de maio, os novos gestores da Proext, Protec, Proadm, Progesp e de Assuntos Estudantis iniciam os trabalhos internos de transição junto às suas equipes. Os pró-reitores de Planejamento e Desenvolvimento Institucional (Proplan), de Ensino de Graduação (Proeg) e Pesquisa e Pós-graduação (Propesp) serão mantidos.

A posse dos membros da nova equipe de gestão completa está programada para o mês de julho.

Perfis dos novos pró-reitores

Professora Tanara Lauschner. Pró-Reitora da Protec 

É professora da UFAM desde 2002. Engenheira eletricista, Dra. em Informática, diretora do Instituto de Computação (Icomp), da UFAM, conselheira titular do Comitê Gestor da Internet (CGI.br), membro do Conselho de Administração da Associação do Polo Digital de Manaus, suplente no Conselho de Administração do Nic.br, coordenadora geral do Projeto SUPER para Educação e Pesquisa, co-fundadora do Movimento Cunhantã Digital.

“A Protec irá liderar ações para facilitar os processos internos para parcerias e convênios diminuindo a burocracia e apoiando o(a) pesquisador(a) na captação de recursos e na execução dos projetos de inovação. Buscaremos disseminar e fortalecer a cultura de inovação como atividade de ensino e aprendizagem, em conjunto com as coordenações de cursos, incentivando o empreendedorismo e a consolidação de empresas juniores nos cursos de graduação. Vamos aproveitar as competências, vocações e o papel que a UFAM desempenha em cada município para desenvolver ações de inovação e empreendedorismo. Buscar a captação de projetos em parceria com entes públicos ou privados que priorizem a obtenção de recursos que possam viabilizar a participação discente e melhorar a infraestrutura de laboratórios visando a realização de mais pesquisas, sempre casado com as áreas de atuação de cada unidade”.

Mensagem à comunidade

“Espero contar com o apoio da comunidade para elevar a UFAM a um patamar de referência no sistema de inovação e empreendedorismo regional favorecendo a transformação de pesquisas científicas em novos produtos e processos e consolidando a interação da UFAM com os demais entes do ecossistema.”

Professora Karime Bentes. Pró-reitora de Assuntos Estudantis

É egressa da UFAM, atuou como professora no ensino fundamental e médio, técnica de laboratório no INPA, perita criminal da Polícia Civil, tem doutorado em Química pela Unicamp e desde 2009 é professora da UFAM, onde ocupou os cargos de diretora na Protec e no CCA.

Atualmente é Chefe do DQ-ICE, onde tem buscado trabalhar a interação entre todos os membros da comunidade (alunos, técnicos e professores) por acreditar que é o caminho para a melhoria na qualidade do ensino.

“Realizaremos um mapeamento detalhado e trabalhar de forma inteligente, acompanhando os indicadores de cada curso a fim de garantir os subsídios que nossos alunos precisam, para que se dediquem às disciplinas. É importante destacar que essa preocupação já existia no Daest, mas que a administração superior entendeu que nossa comunidade discente merece receber um cuidado maior, pois é a uma das maneiras de elevar os índices dos cursos oferecidos na UFAM”.

Mensagem à comunidade

“Vamos trabalhar com transparência e sempre ouvindo nossa comunidade e para tanto, iremos criar uma ‘Câmara de Assistência Estudantil’, com caráter consultivo e propositivo, com a finalidade de contribuir para a integração dos campi na busca de um constante aperfeiçoamento e desenvolvimento das questões relacionadas à Assistência Estudantil”.

Professor Almir Menezes, Pró-Reitor da Proext

Lotado no Departamento de Ciências Sociais, há quase trinta anos, com formação nas áreas da Sociologia, Economia e Direito.

As ações de extensão realizadas na Universidade Federal do Amazonas apresentam muita qualidade técnica, relevância e impacto social, cabe destacar principalmente as ações realizadas nos Campis do Interior. Vamos construir coletivamente uma agenda de trabalho que inicialmente será composta por uma equipe com comprovada experiência em gestão e nas ações de extensão. Esta equipe precisa trabalhar em rede, sempre aberta a sugestões e propostas da comunidade interna e externa e com capacidade de mobilização e comunicação para que as demandas possam ser concretizadas.

Mensagem à comunidade

“É prioritário para a gestão, na busca da consolidação das práticas extensionistas no interior, uma maior comunicação entre a Pró-Reitoria e os campi, principalmente por meio das visitas técnicas e relatórios de gestão local para o aprimoramento dos diagnósticos visando políticas de extensão”.

 Professora Ângela Bulbol, da Proadm

É doutora em Ciências da Informação e Marketing pela Universidade Fernando Pessoa – UFP (Porto, Portugal. 2017). Administradora de Empresas pela Universidade Federal do Amazonas – UFAM (1982). Especialista em Compliance pelo INSPER (2019). Mestre em Desenvolvimento Regional pela Universidade Federal do Amazonas – UFAM (2005). Professora; presidente da Fundação Escola do Serviço Público Municipal (2009/2012); secretária estadual de Administração e Gestão do Amazonas 2017/2018.

“Pretendemos atuar em nome e a favor de uma gestão pública eficiente, moderna, inovadora e sempre respaldada em prévias determinações legais, a fim de garantir seu pleno funcionamento e o cumprimento de suas competências. Temos como objetivo a garantia do atendimento das demandas de diversas áreas da UFAM, reconhecendo suas urgências e especificidades, e cumprindo com os pilares da qualidade, regularidade, transparência e a plena segurança dos recursos públicos. Além disso, renovar o compromisso para implantação de um modelo de Governança através da Equidade, Inovação, Accountability e Compliance. Um dos objetivos que norteará a gestão com relação aos campi do interior do Estado, além do direcionamento de recursos e manutenção das suas atividades, é o de promover o encurtamento das distâncias entre os mesmos e o campus universitário de Manaus a partir do uso das ferramentas de tecnologia como agentes colaboradores da integração entre os alunos e professores de todas as localidades, incentivo à participação no desenvolvimento de políticas que abracem amplamente a Instituição e instrumento fomentador da união entre a comunidade acadêmica”.

Mensagem à comunidade

Renovação dos laços de confiança entre a UFAM e todos aqueles que à ela se dedicam, em prol do cultivo de um ambiente cada vez melhor em níveis de capacitação profissional e desenvolvimento cidadão. 

Professora Kátia Schweickardt, da Progesp 

Formada em Agronomia e Ciências Sociais, mestra em Sociedade e Cultura na Amazônia pela Universidade Federal do Amazonas, onde também é professora, e doutora em Sociologia e Antropologia pela UFRJ. Visiting Scholar no Teachers College na Columbia University entre 2019-2020. É autora do livro ‘Faces do Estado na Amazônia: entre as curvas do Rio Juruá.’ Atuou como secretária municipal de Meio Ambiente entre os anos de 2013-2015 e secretária municipal de Educação de Manaus, entre 2015 a 2020.

A essência de qualquer organização, e de modo especial uma organização pública de Educação Superior são as pessoas que as compõem e o modo como elas se sentem participantes ativas da prestação dos serviços públicos e de qualidade que é a razão de existir da Instituição. A Gestão da Educação é a política pública que possui maior potencial de impacto para transformar vidas e melhorar a sociedade. Tornar nossa Universidade mais integrada internamente como uma grande comunidade de aprendizagem, de troca de experiências e de saberes amazônicos, com servidores ativos e inativos valorizados e motivados para exercer o seu protagonismo na produção do conhecimento é a principal missão da Progesp. Isso envolve a valorização do jeito de ser e fazer de toda a nossa comunidade acadêmica, especialmente a dos Campi do interior.

Mensagem à comunidade

“Uma nova realidade que exige da gestão superior compromisso na busca de apoiar os impactos da pandemia, apoio socioemocional e buscar meios de dar suporte aos novos modos de desempenhar nossas atividades finalísticas de ensino, pesquisa e extensão. Nesse primeiro momento, queremos ouvir a todos, num processo de escuta atenta e interativa.”


Fonte: Equipe Ufam/Ascom

Texto: Ana Carla Souza

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.