Professor da FST dá dicas sobre formação de lideranças

Compartilhe:

A liderança é uma das habilidades mais requisitadas pelas empresas nos dias atuais. Delegar tarefas, manter a equipe motivada e ser exemplo para o grupo estão entre as características desejadas para quem comanda um negócio.

O professor do curso de Ciências Contábeis da Faculdade Santa Teresa, Luís Carlos Ramos, ressalta que algumas pessoas acreditam que liderar exige apenas técnica, para outros ciência, e os mais românticos pensam que se trata de uma arte. “Liderar na verdade é um conjunto de todos esses elementos. O líder deve buscar na sinergia de vários fatores as condições adequadas para conduzir equipes compostas por indivíduos de diferentes personalidades em direção a um objetivo comum. Isso implica conhecer das humanidades, das técnicas e das ciências de modo aprofundado, além, é claro, de buscar entender as peculiaridades que são inerentes à própria condição humana”, disse.

O professor destaca que para ser um bom líder e tornar o ambiente da empresa agradável, os gestores devem trabalhar algumas habilidades pessoais. Ele diz que a capacitação é essencial no processo de formação de um líder. “Mesmo que o profissional possua anos de experiência no mercado, sempre há algo a ser aprendido, a ser aperfeiçoado. É importante que o líder reflita constantemente sobre seus posicionamentos, sua conduta, suas forças e fraquezas. Não tem como sem um bom líder relevando o autoconhecimento, em detrimento de apenas conhecimentos teóricos ou técnicos”, frisou.

Na Faculdade Santa Teresa, de acordo com o professor, a metodologia adotada tem como um dos principais pilares o desenvolvimento de líderes. “O modelo de ensino da instituição envolve a tríade LEI (liderar, empreender e inovar). Na FST, o aluno não é um mero espectador das aulas, mas um protagonista das ações que envolvem o ensino-aprendizagem. O professor media as atividades, mas é o aluno que apresenta as soluções colocadas como situações reais no ambiente acadêmico, desenvolvendo, de forma prática, habilidades e competências que o destacarão quando estiverem à frente de suas funções no âmbito de suas atividades profissionais. Dessa forma, ele desenvolve o autoconhecimento, uma das principais características de um bom líder. Conhecer as suas forças e limitações, saber usar suas potencialidades e pedir ajuda quando preciso faz total diferença no mercado de trabalho”, afirmou.

Outra qualidade de um grande líder é a clareza nos objetivos a serem alcançados. “Orientar e reforçar as metas junto à equipe faz com que todos trabalhem unidos e em uma só direção. O líder precisa ser uma pessoa assertiva, colocar suas posições de forma clara e direta, mas sempre com respeito. Os colaboradores vão sentir que podem fazer o mesmo, colocando suas opiniões e cultivando um ambiente de sinceridade e produtividade”, reforçou

A comunicação é uma habilidade indispensável para uma boa liderança. Segundo Luís Carlos Ramos, manter uma comunicação  pessoal, olho no olho com a equipe, se colocar como alguém acessível e que sabe ouvir, fará com que o grupo trabalhe de forma integrada. “Todas essas habilidades podem ser construídas ao longo do tempo. A capacitação, leitura e as experiências ajudam nesse processo de construção de um líder”.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.