Reitor da UEA mostra a deputado(a)s resultados de investimentos em laboratórios

Compartilhe:

A Escola Superior de Tecnologia da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) recebeu na tarde da terça-feira (18/05), a visita dos deputados estaduais Therezinha Ruiz (PSDB-AM) e Tony Medeiros (PSD-AM). Na oportunidade, os parlamentares conheceram toda a estrutura da escola e os novos projetos e iniciativas que estão sendo desenvolvidos pela UEA para potencializar o aprendizado e o conhecimento entre a comunidade acadêmica e a sociedade em geral.

Durante a visita, o Reitor da UEA, Cleinaldo de Almeida Costa, destacou que teve a oportunidade de mostrar aos deputados os diversos laboratórios de inovação, ciência e tecnologia. Laboratórios produzidos por meio de pesquisa e desenvolvimento, com recursos que a Suframa outorga à Universidade, por meio das empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM).

“Por meio do patrocínio deste programa de P&D (Pesquisa e Desenvolvimento), temos aqui diversos laboratórios de alto desempenho, onde pesquisadores, alunos, pós-graduandos têm a oportunidade de desenvolver novas ideias, gerar novos produtos, agregando conhecimento e valor para devolver a população na forma de novos produtos, na forma de inovação. As indústrias se apropriam desse desenvolvimento, e isso é chamado de roda de conhecimento”, disse.

Cleinaldo salientou ainda que todo esse investimento é para atrair novos cérebros, atrair alunas e alunos do Ensino Médio para a Universidade, em especial para as áreas das engenharias. O Reitor acrescentou que toda a estrutura da UEA enriquece não somente a educação, mas contribui de forma significativa pra o desenvolvimento do Estado.

“Há uma série de coisas novas acontecendo aqui na UEA, principalmente em relação à criação de novos laboratórios. Alunos e alunas do ensino médio poderão participar desses projetos, escolas do município e do estado poderão fazer visitas guiadas pela universidade. Existe também uma interdisciplinaridade, não só das engenharias, mas das Ciências Humanas, das Artes, da Saúde que participam de projetos integrados nesses diversos cenários”, pontuou.

Na ocasião, a deputada Therezinha Ruiz enfatizou que a UEA vem desenvolvendo um trabalho de excelência na educação do Amazonas, fortalecendo o setor tecnológico e, também, aquele que utiliza a matéria prima que existe no Amazonas. A parlamentar concluiu dizendo que é necessário que toda a sociedade amazonense, incluindo governo e indústria, continue acreditando e apoiando todas as ações da universidade.

Estou impressionada com quantidade de produtos de pesquisa e equipamentos de alta tecnologia que a UEA possui. Todos eles com recursos federais e de empresas do PIM que acreditam no trabalho desenvolvido pelos professores e doutores da universidade. Quero parabenizar esses mestres pela dedicação na preparação dos nossos jovens para o futuro. A UEA não deixa a desejar a nenhuma universidade do exterior. Executa um trabalho fantástico e gigantesco que toda sociedade amazonense deve dar total e restrito apoio para que cada vez mais ela continue fazendo o melhor para o estado do Amazonas.

Therezinha Ruiz , deputada

 

“Hoje conhecemos os projetos que são feitos em parceria com o Polo Industrial de Manaus. São projetos em que o aluno da Universidade do Estado do Amazonas tem a oportunidade de criar, de aperfeiçoar, de inovar, de desenvolver novas tecnologias. É algo grandioso e que merece muito o nosso apoio e a nossa admiração”, completou o deputado Tony Medeiros.

Reconhecimento

Ao conhecer um dos projetos desenvolvidos pelo Ocean Samsung, a deputada Therezinha revelou que irá conceder ‘Moção de Parabenização’ na ALEAM para a aluna Isabelly Rohana Barbosa de Oliveira, responsável pelo desenvolvimento do jogo ‘Not Disturb’.

A versão de demonstração do jogo que retrata as lendas e mitos amazônicos com o núcleo da história tem como cenário em um hotel fantasma recebeu premiação nacional como o melhor jogo.

“Estou honrada com esse reconhecimento. Foi um trabalho pensado por mim e mais nove pessoas. Ainda estamos na primeira versão. É uma historia com personagens femininas, com imaginação população, que tem o desafio de resolver o quebra-cabeça sobre essas lendas e mitos. É uma apresentação da nossa região amazônica em forma de game”, concluiu.


Texto: UEA/Ascom

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.