Roda de conversa apresenta a terceira edição de O Andaluz

Compartilhe:

O jornalista e escritor Wilson Nogueira recebe neste sábado (05/6), às 10h, sete convidados na Roda de Conversa com O Andaluz, bate-papo que marca apresentação da terceira edição de O Andaluz (Valer), livro de sua autoria lançado em 2005.

O evento será transmitido ao vivo pelo Facecook.com/Editora Valer.

Os participantes são: Dílce Pio, professora de Teoria Literária da UEA; Venício Garcia, graduado em Letras e Especialista em Linguística do Texto pela UFPA;  Rafael Serrão, radialista, graduado em Letras pela UEA/Autazes; Ivânia Vieira, jornalista, escritora e professora de Jornalismo da FIC/Ufam; e Gleidys Maia, professora de Literaturas de Língua Portuguesa e Literaturas Latino-americanas da UEA.

A mediação é da filósofa e escritora da Neiza Teixeira, coordenadora editorial da Valer.

Haverá, também, a participação especial do poeta e ator parintinense Bit Rabiscador, protagonista de um vídeo de divulgação da obra.

Nogueira explicou que os convidados são leitores – entre os quais também pesquisadores da obra – que contribuíram com a divulgação do livro. “Há pessoas que se envolvem com a obra e passam a disseminá-la pela empatia. Outras a consideram importante como sujeito/objeto de pesquisa. É isso que coloca uma obra na roda de conversa”, assinala o autor.

O livro se desenvolve por meio de um enredo enviesado e narrativa transgressora, uma vez que seus personagens transitam com desenvoltura entre a realidade e a não realidade, entre razão e desrazão.

O Andaluz é a metáfora do deslocamento humano no tempo e espaço, a busca de respostas às incessantes perguntas sobres paradoxos dos encontros e desencontros entre as culturas.

“Talvez, alguma explicação esteja na loucura, na criação, na poesia, no devaneio, no caos”, arrisca Nogueira, convidando o leitor a fazer a sua prospecção nos meandros da obra.

Para Nogueira, o importante é demonstrar aos leitores que a obra literária não se encerra nas mãos do escritor.

“Aliás” – adverte ele – “o livro só se torna livro nas mãos do leitor; e cada leitor, a partir dessa ideia inicial, vai elaborando o seu próprio livro ou a sua versão de livro, e assim a obra se expande de modo permanente; isso é que é maravilhoso!”.

A proposta do encontro é apresentar o livro por meio das mais variadas interpretações, para que se estabeleça um debate em torno das prováveis virtudes e imperfeições da obra.

Perfil

Wilson Nogueira é Jornalista, sociólogo e escritor, natural de Parintins (AM) migrou para Manaus no final da década de 1970.

Atuou nos jornais de Manaus até 2008 e, atualmente, é editor, juntamente com a jornalista e professor Maria do Rosário, do site amazONamazônia, dedicado à cobertura de temas amazônicos.

É doutor e mestre em Sociedade e Cultura na Amazônia (PPGSCA/Ufam).

PHD em Ciências da Comunicação (PPCCOM/Ufam)

Obras publicadas 

Órfãos das águas: uma história de homens e bichos num planeta ameaçado de desaparecer (Valer)

Formosa: a sementinha voadora (Valer)

O Andaluz (Valer)

Festas Amazônicas: boi-bumbá, Ciranda e Sairé (Valer)

Boi-bumbá: a espetacularização do imaginário amazônico (valer)

Está Escritos: textos para além do cotidiano (org. com Tenório Telles), Valer.

Ecossistemas comunicacionais: história, projetos e perspectivas (parceria com Mirna Feitoza e Gilson Monteiro), Valer.

Ecossistemas comunicacionais: mídias na contemporaneidade (org. com Renan Freitas Pinto, Maria Emilia de Oliveira Pereira Abbud e Rosimeire de Carvalho Martins), Edua.

Linguagens e comunicação na Amazônia (org. com Mirna Feitoza e Ítala Clay Freitas), Valer.

 

 

 

 

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.