USP oferta vagas do curso Mergulho na Ciência a meninas do Amazonas

Compartilhe:

Os estudantes do Ensino Fundamental (anos finais) da rede estadual têm até a terça-feira (15/06) para se inscrever no curso Mergulho na Ciência, da Universidade de São Paulo (USP).

A iniciativa, realizada de maneira on-line, tem como objetivo incentivar a inserção de jovens alunos no universo da Ciência, por meio de 12 temas: Astrobiologia, Astronomia, Educação, Engenharia, Entomologia, Farmacologia, Física, Microbiologia, Oceanografia, Neurociências, Zoologia e Evolução.

Os cursos, ministrados por cientistas mulheres, visam proporcionar uma combinação de aulas, material complementar, atividades e certificados a todos que finalizarem o Mergulho na Ciência.

As inscrições são gratuitas e estão abertas no site da iniciativa, por meio do link: https://www.mergulhonaciencia.com/.

Neste ano, o curso conta com duas modalidades: Educação a Distância (EaD), para todos os inscritos e que ficará disponível de 24 de julho a 30 de setembro; e De Frente com as Cientistas, para 150 sorteados que desejarem se encontrar virtualmente e ao vivo com as cientistas, em quatro sábados, entre os meses de julho e agosto, pela parte da manhã.

 Profissionais

Para a edição deste ano do Mergulho na Ciência, serão aceitas inscrições de monitoras da graduação e pós-graduação, de qualquer curso ou universidade do Brasil, para a modalidade De Frente com as Cientistas.

Além disso, estão abertas inscrições para professores do 5º ao 9º ano do Ensino Fundamental para a modalidade EaD, caso queiram usar o curso como um complemento às suas disciplinas.

 

Visando a maior inclusão social, a iniciativa terá ainda a tradução de todas as aulas para a Linguagem Brasileira de Sinais (Libras).

O curso

O Mergulho na Ciência é um projeto de cultura e extensão do Instituto Oceanográfico, da USP, com o objetivo central de inserir crianças e jovens na Ciência, ao falar sobre vários temas incríveis, mostrar a importância do segmento para o desenvolvimento do País e desmistificar a figura de uma cientista, através de exemplos de cientistas mulheres brasileiras.

Com a pandemia, o curso foi adaptado para o formato on-line e, desta vez, conta com algumas novidades: todos os inscritos, meninas e meninos, de todo o Brasil, terão acesso às palestras e material complementar gratuitamente.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.