Professores da Ufam lançam Historiografia Amazonense em Perspectiva

Compartilhe:

O livro Historiografia Amazonense em Perspectiva (Valer), organizado pelo professor César Augusto B. Queirós, pretende realizar um profundo balanço sobre a historiografia produzida no e sobre o estado do Amazonas.

Os participantes propõem um abrangente panorama do ‘estado da arte’ e discutindo, tanto a produção bibliográfica quanto as teses e dissertações defendidas em nossos programas.

A obra amazonense é na coletânea Historiografia Brasileira em Perspectiva, coletânea organizada por Marcos Cezar de Freitas, no ano de 1998.

Interessados em conhecer a obra podem encontrá-la à venda no site da Editora Valer.

O livro conta com contribuição de pesquisadores com vasta trajetória e com reconhecida produção intelectual em suas respectivas áreas. Participam da obra os professores:

  • Almir Diniz de Carvalho Jr.
  • Francisco Jorge dos Santos
  • Antonio Alexandre Isidio Cardoso
  • Hélio Dantas
  • Hideraldo Lima da Costa
  • Luís Balkar Sá Peixoto Pinheiro
  • Maria Luíza Ugarte Pinheiros
  • Patrícia Alves Melo,
  • César Augusto Bubolz Queirós
  • Davi Avelino Leal
  • Marcia Eliane Alves de Souza e Mello
  • Rafael Ale Rocha
  • Patrícia Rodrigues da Silva.

A obra é dividida em duas partes: na primeira, A Historiografia na Amazônia, são apresentadas e analisadas as contribuições de alguns dos principais historiadores do estado e da região e as representações de viajantes e memorialistas, buscando compreender suas contribuições para a formação do pensamento social sobre a Amazônia.

Na segunda parte, Temas da Historiografia, é realizada uma ampla discussão acerca da produção historiográfica sobre os principais temas abordados pela produção acadêmica no estado.

Assim, a produção histórica em áreas com grande tradição no estado – tais como História do Trabalho, História das Mulheres, Populações Negras, Ditadura Militar na Amazônia, História Indígena e do Indigenismo, História Colonial, e Memória – é analisada por profissionais com densa e reconhecida trajetória intelectual.

O livro tem apoio da Fapeam e do PPGH/Ufam e conta ainda com um prefácio escrito pelo professor José Ribamar Bessa Freire, intitulado “Cadê os historiadores do Amazonas?”, uma apresentação do professor Aloysio Nogueira de Mello e é dedicado à memória do professor Geraldo Pantaleão Sá Peixoto Pinheiro.



Fonte: Ufam/Ascom

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.