NAMA realiza exposição ‘Arquitetura Resiliente na Amazônia’, no Museu da Amazônia

Compartilhe:

O coletivo NAMA (Núcleo Arquitetura Moderna na Amazônia) da Faculdade de Tecnologia da Universidade Federal do Amazonas realiza a exposição Arquitetura Resiliente na Amazônia, de 4 de setembro a 4 de novembro na Trilha Sensorial no Museu da Amazônia (Musa) em Manaus. A abertura ocorre neste sábado, 4, às 9h30, para convidados e imprensa, e às 11h30, para o público.

Essa exposição conecta a Amazônia à Ásia na Seoul Biennale of Architecture and Urbanism que ocorrerá na capital coreana de 16 de setembro a 31 de outubro e será transmitida em outro espaço construído pelo NAMA no Dongdaemum Design Plaza na Coréia do Sul com a presença virtual da floresta no museu, considerando a sua existência e de arquiteturas que valorizem a sua permanência na Amazônia. Essa é a principal Bienal de Arquitetura da Ásia e a primeira vez que uma equipe de arquitetos do Amazonas participa.

Foram enviadas mais de 1100 propostas de cidades de todos os continentes em um processo seletivo em várias etapas e que teve a curadoria do renomado arquiteto francês Dominique Perrault. Somente 3 cidades brasileiras foram selecionadas e estarão participando na Thematic Cities representando a arquitetura brasileira: NAMA (Manaus), Messina & Rivas (São Paulo) e Gustavo Utrabo (Formoso do Araguaia). A proposta do NAMA expõe arquiteturas em Manaus que valorizam os recursos humanos e as tecnologias disponíveis na metrópole da Amazônia.

Assim como os frutos das nossas árvores são apreciados em todo o mundo, temos também os frutos da indústria que garantem a preservação da floresta e o meio de sobrevivência para a população. As obras representam a conexão entre o natural x artificial e mostram uma Amazônia utópica onde é possível conciliar o artesanal com o industrial.

A curadoria escolheu 15 obras e projetos realizados em Manaus pelos arquitetos Alexia Convers, AMZ Arquitetos, Diogo Lazari, Laurent Troost, Marcelo Borborema, Muna Hauache, Paulo Lindenberg, Roberto Moita, Santos Damasceno Arquitetos, Vitor Pessoa e Welton Oliva. ‘Arquitetura Resiliente na Amazônia’ apresenta uma Manaus possível e permite reflexões a todos os amazonenses sobre o nosso papel na manutenção da floresta.

O NAMA é um coletivo que reúne pesquisadores, arquitetos e artistas interessados na modernidade amazônica. Realiza os Seminários de Arquitetura Moderna na Amazônia, desde 2016 e exposições de arquitetura como a XAMA (Manaus, Porto Velho, Rio Branco, Boa Vista, Palmas e Porto Alegre, 2018), L’Amazonie en Constructión (Paris, 2019) e Pontes Flutuantes (Manaus, 2021).

“É uma grande oportunidade que o NAMA e a Universidade Federal do Amazonas estão proporcionando à sociedade, no sentido de que estamos conectando com a principal bienal da Ásia, e trazendo parte dela pra cá para Manaus. É importante conseguir ampliar cada vez mais esse conhecimento pra toda população. Também é uma oportunidade de estar levando a Arquitetura que é realizada aqui, Arquitetura com qualidade, pra ser conhecida no exterior, como também que conheçam como falamos, os frutos que produzimos aqui na Amazônia, além dos naturais, também os construídos pelo homem”, destacou o curador da exposição, professor Marcos Cereto.

 

Instituições Apoiadoras

Ministério das Relações Exteriores – Departamento Cultural Universidade Federal do Amazonas Governo do Estado do Amazonas – Secretaria de Cultura e Economia Criativa Agência Amazonense de Desenvolvimento Cultural MUSA – Museu da Amazônia

Equipe de Arquitetos e apoiadores participantes

Alexia Convers | @conversalex | Casa Manaus AMZ Arquitetos | @amzarquitetos | Villa Amazonia e Rio Negro Queen Diogo Lazari | @lazaridiogo | Casa CSS Laurent Troost | @laurenttroost | Casarão da Inovação Cassina Marcelo Borborema | @marceloborborema | Casa Igapó Muna Hauache | @arena_arquitetura | Casa na Floresta Paulo Lindenberg | @lindenbergp | Casa V e Casa A&H Roberto Moita | @robertomoitaarquitetos | CDA e Casa Treliça Santos Damasceno Arquitetos | @santosdamasceno_arquitetos | Jungle Mall Vitor Pessoa, Danilo Medeiros e Renan Marques | @vipe_arquitetura | Edifício VIPE e Casa VS Welton Oliva | @weltonolivaalbuquerque|Casa GJ Equipe de apoio: Gerald Doheto Nassif Kouchade (estudante de arquitetura e urbanismo da UFAM) #saveamazonia

 

Contato: Marcos Cereto | Curador | @mcereto | (92) 993047274 | (Coordenador do NAMA e Professor na FT/UFAM) Apoio Operacional: Grupo de Pesquisa AMA – Amazônia Moderna na Amazônia CNPq/UFAM Realização: NAMA – Núcleo Arquitetura Moderna na Amazônia | @nama.amazonia

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.