Memorial de Evandro Ramos, da Faartes/Ufam, é aprovado com louvor

Compartilhe:

O professor da Faculdade de Artes (Faartes) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) Evandro de Morais Ramos realizou, na manhã desta terça-feira (5/10), defesa pública do memorial acadêmico, requisito para promoção funcional à classe de professor titular da Ufam.

O docente realizou o relato oral, escrito e fotográfico de sua carreira acadêmica (formação básica e superior) e administrativa (diretor do Caua e CED) para banca especial de avaliação.

A defesa foi transmitida pelo canal da Faartes do Youtube.

A Comissão Especial de Avaliação foi presidida pela professora Claudia Guerra Monteiro (Ufam), tendo como membros as professoras Kátia Morosov Alonso (UFMT), Lúcia Gouvêa Pimentel (UFMG) e o professor Aparecido José Cirilo (UFES), que aprovaram com louvor a defesa do memorial acadêmico do docente.

A videoconferência contou com o acesso de professores, alunos, técnicos e dirigentes da comunidade acadêmica, além de amigos e familiares.

A defesa de memorial é um requisito com vistas à promoção para classe ‘E’, de professor titular no quadro da carreira docente da Ufam.

O docente cumpriu todos os requisitos básicos para submeter-se a defesa de memorial. Sua contribuição na formação acadêmica, no desenvolvimento de pesquisas, participação em comitês, comissões, extensão, entre outras atividades, o credenciou a promoção de titular.

Currículo

Evandro de Morais Ramos ingressou como docente na Ufam em janeiro de 1991, com lotação no curso de Arte, atual Faculdade de Arte (Faartes).

Possui graduação em Licenciatura em Matemática, com especialização em Design em Produtos de Madeira e doutorado em Tecnologias Educativas pela Universidade de Ilhas Baleares (Espanha).

Atua diretamente no ensino na área de Artes Visuais com aplicação de Tecnologias Educacionais (TIC), com ênfase no ensino médio por tecnologias, principalmente em EaD.

Além das atividades acadêmicas, tem atuado em atividades administrativas e de extensão, possuindo experiência como diretor do Centro de Artes da Ufam (Caua) e do Centro de Educação a Distância da Ufam (CED).


Fonte: Ufam/Ascom

Texto:   Juscelino Simões

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.