Manaus tem sábado com Manhã Cultural e anúncio de mais duas edições

Compartilhe:

A Editora Valer vai realizar mais duas edições da atividade artística-literária Manhã Cultural no Mindu, ainda neste ano, anunciou hoje (22/10) o editor e jornalista Isaac Maciel.

Elas estão marcadas para os dias 20 de novembro e no dia 18 de dezembro.

Enquanto isso, a amanhã (23/10), entre as 8h e 11h, se realiza a 4ª edição, que conta com a participação de oito escritores:

  1. Otoni Mesquita: La Belle Vitrine: Manaus entre dois tempos (1890-1900)
  2. Tenório Telles: Manaus – Solo Dissonante
  3. Márcio Souza: apresentação da coleção Motins Políticos, de Domingos Raiol
  4. Amilcar Aroucha Jimenes: Sobre flechas e canetas
  5. Aldísio Filgueiras: Nova subúrbios e cidade do puro nada
  6. Deusa Costa: Quando viver ameaça a ordem urbana
  7. Magela Andrade: apresentação de Cidade Mítica, obra póstuma da sua irmã Bernadete Andrade (1953-2007)
  8. Patrícia Marinho: apresentação do livro Cartões-postais do acervo de Manaos Brazil – Carte Postale, Joaquim Marinho (1943-2019)

Neste sábado, a editora, os escritores e leitores homenageiam os 352 anos da cidade de Manaus, que acontece no domingo (24/10). Haverá café da manhã regional, apresentação obras dos escritores convidados, sessão de autógrafos e música ambiente.

Um estande com mais de 100 títulos estará à disposição dos leitores que queiram aproveitar o desconto de 50 por cento oferecidos pela editora.

Uma iniciativa despretensiosa, que surgiu com o objetivo de contornar um problema, surpreendeu a todos, tornando-se um programa alternativo para os sábados, pela manhã, na cidade de Manaus. A ideia se fez presente, após o arrefecimento da pandemia Covid-19, quando a Editora Valer precisava fazer os lançamentos das obras, várias essenciais para os apreciadores de prosa e poesia, como também para professores, estudantes universitários, pesquisadores e o público interessado em bons livros.

Isaac Maciel, jornalista e editor da Valer

Próximas

Já está definido, segundo Isaac, que, no dia 20 de novembro, a Manhã Cultural será dedicada à Antropologia e aos povos da Amazônia.

Nesse dia, serão lançadas as obras Gente valente: histórias Matsés no Vale do Javari, de Walter Coutinho, e o clássico do pensamento indígena Antes o Mundo não existia, de Luís Lana e Firmino Lana.

Serão acrescentadas mais oito obras importantes da cultura indígena.

No dia 18 de dezembro, o tema da Manhã Cultural será Letras em Festa. “Nesta edição, celebraremos o livro, a leitura, a palavra, e o fato de termos vencido um ano tão trágico, como este 2021. Ela antecipa o Natal, um momento para agradecermos pela vida, pelo conhecimento e pelos livros”, explicou Maciel.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.