Manhã Cultural do Mindu fideliza público amante dos livros

Compartilhe:

O Parque Municipal do Mindu voltou a ser palco hoje (23/10), entre às 8h e às 11h, de mais uma edição da Manhã Cultural, atividade realizada pela Editora Valer, com a participação de escritores convidados e leitores.

A chuva não impediu a presença esperada de leitores, segundo os organizadores.

Os escritores Otoni Mesquita, Tenório Telles e Deusa Costa apresentaram suas obras aos leitores, respectivamente, La Belle Vitrine: Manaus entre dois tempos (1890-1900), Manaus – Solo Dissonante e Quando viver ameaça a ordem urbana.

Marcio Souza fez a apresentação da coleção Motins Políticos, de Domingos Raiol, Magela Andrade, falou sobre Cidade Mítica, obra póstuma da sua irmã Bernadete Andrade (1953-2007), e Patrícia Marinho expôs a obra Cartões-postais do acervo de Manaos Brazil – Carte Postale, de Joaquim Marinho (1943-2019).

A manhã de hoje homenageou Manaus, que faz amanhã (24/10) 352 anos de fundação. Os palestrantes destacaram a importância dos livros e da leitura para a formação de cidadãos comprometidos com a vida cultural, social e política da cidade.

O público também pôde desfrutar da beleza das fotografias da exposição Viva Manaus, com curadoria da fotógrafa Adriana de Lima, e cliques dos fotógrafos Sérgio Corrêa da Costa, Rayci Coelho, Jorge de Borba e Lucio Cunha. Essas fotos mostraram uma Manaus viva no olhar curioso desses artistas.

Mais duas

O editor da Valer, Isaac Maciel, confirmou que, em razão do prestígio dado ao evento pelos leitores e amantes das artes, a Prefeitura de Manaus incluiu na agenda de atividades do Parque do Mindu mais duas manhãs de sábado para a celebração do livro, ainda neste ano.

A primeira será no dia 20 de novembro, dedicada à Antropologia e aos povos da Amazônia. Nesse dia, serão lançadas as obras Gente valente: histórias Matsés no Vale do Javari, de Walter Coutinho, e o clássico do pensamento indígena Antes o Mundo não existia, de Luís Lana e Firmino Lana.

Serão acrescentadas mais oito obras importantes da cultura indígena.

A segunda será no dia 18 de dezembro, com o tema da Manhã Cultural será Letras em Festa. “Nesta edição, celebraremos o livro, a leitura, a palavra, e o fato de termos vencido um ano tão trágico, como este 2021.

Ela antecipa o Natal, um momento para agradecermos pela vida, pelo conhecimento e pelos livros”, explicou Maciel.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.