Expedição de Cultural segue para seis cidades do rio Solimões

Compartilhe:

O secretário de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz, anunciou que a próxima etapa da da Expedição Cultural, projeto da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, será nas cidades de Coari, Tefé, Alvarães, Uarini, Tabatinga e Benjamin Constant, no período de 6 a 26 de novembro.

Ontem (24/10), encerrou-se a primeira fase do projeto em Careiro da Várzea (a 25 quilômetros de Manaus), com performances artísticas e oficinas para alunos e professores da Escola Municipal Balbina Mestrinho, na comunidade Gutierrez.

Nesta primeira fase, em outubro, a Expedição passou também por Itacoatiara, Silves, Itapiranga e Urucará.

Na escola, as ações foram realizadas pela manhã, com oficinas de dança e teatro para os alunos, com Klindson Cruz e Ingrid Frazão; e de elaboração de projetos culturais e noções de Língua Brasileira de Sinais (Libras) para os professores, Taciano Soares e Marcelo Costa.

Os docentes também assistiram aos curtas-metragens exibidos durante a programação.

O coordenador da escola Manuel Montenegro elogiou a ação e destacou que pode trazer melhoras para a escola.

“Esta ação foi muito importante para as crianças, que agora retornam aos poucos para o ensino presencial e podem prestigiar uma programação diversa. E com os professores participando das oficinas isso traz melhorias para toda a sociedade escolar”.

Há cinco anos como professora da unidade de ensino, Inês Carvalho de Almeida participou da oficina de elaboração de projetos culturais e afirmou que a escola pode se beneficiar no futuro.

“Foi um ensino tanto para os alunos quanto para os professores. Ele ensinou um passo a passo de como montar um projeto e agora, quando quisermos criar algo para a escola, já saberemos como”, disse a professora.

 Espetáculos

À tarde, a equipe da Expedição apresentou os espetáculos de uma forma interativa. Os alunos foram recebidos por Giorgina, uma adorável idosa interpretada por Eric Lima, e o palhaço Pingo, de Klindson Cruz, que prepararam o público com piadas e histórias.

Logo em seguida, foi apresentada a cena Rosa, do espetáculo Tela, por Ingrid Frazão; Ensaio Geral, com Klindson Cruz; e mais uma cena de Tela, Margarida, com Eric Lima e Ingrid Frazão.

O estudante Cleidson Bandeira, de 14 anos, contou que ainda não tinha visto espetáculos de teatro e dança.

“Foi uma ação muito boa e achei o palhaço Pingo muito engraçado e divertido”.

O ator Eric Lima coordenou as ações do projeto e disse que a experiência tem sido gratificante.

“A população nos recebeu bem em todos os municípios e nos deu um ótimo retorno tanto em relação aos espetáculos, quanto sobre as oficinas e os curtas. Tem sido muito positivo essa jornada e já estamos ansiosos para as próximas cinco cidades”.

Além do ator Eric Lima, a bailarina Ingrid Frazão, o artista circense Klindson Cruz e o professor de Libras Marcelo Costa, a equipe do Expedição também é formada pelos produtores Jorge Kennedy e Herberth Virgínio.

Secretário 

“A Expedição Cultural é um dos compromissos do Governo do Amazonas e faz parte do pacote +Cultura, para ações no setor de cultura e economia criativa, anunciado pelo governador Wilson Lima, que possibilitou que pudéssemos realizar esta ação que planta sementes em nossos municípios para projetos e talentos futuros”, declarou Marcos Apolo Muniz.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.