Manauscult inicia pagamento dos projetos do Prêmio Zezinho Corrêa 2021

Compartilhe:

A Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) iniciou, nesta semana, o pagamento gradativo dos 271 projetos contemplados no Edital Prêmio Manaus Zezinho Corrêa 2021, que segue até o dia 29/10.

O investimento total do edital na cadeia econômica da cultura na capital amazonense é superior a R$ 1 milhão, dividido em prêmios que vão de R$ 1.900 até R$ 10 mil.

O nome do prêmio é uma homenagem ao cantor Zezinho Corrêa, que morreu no dia 6 de fevereiro deste ano, vítima de complicações causadas pela Covid-19.

Os editais de fomento à cultura são fruto do Sistema Municipal de Fomento à Cultura (Siscult), modelo de política pública para a cultura garantido pela Lei Municipal nº 2.214/2017, regulamentada pelo Decreto nº 4.047/2018.

Premiação

O Edital Prêmio Manaus 2021 Zezinho Corrêa é dividido em nove segmentos artísticos: artes visuais, audiovisual, circo, dança, hip hop, literatura, manifestações culturais, música e teatro. Em todas as categorias, os prêmios estão distribuídos em valores de R$ 1.900, R$ 3,7 mil, R$ 4,6 mil, R$ 5 mil, R$ 6 mil e R$ 10 mil.

Para esclarecimentos de possíveis dúvidas, os interessados podem entrar em contato com a Diretoria de Cultura da Manauscult pelo e-mail: premiomanaus2021zezinhocorrea@gmail.com ou ligar para o telefone (92) 3236-9387, em horário comercial, de 8h às 17h.

Políticas para a cultura

Conforme o diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Alonso Oliveira, as premiações atendem à determinação do prefeito David Almeida de contemplar o teto máximo de projetos, para que sejam fortalecidas as políticas públicas para a cultura a partir de editais.

“Iniciamos o pagamento dos vencedores do edital e, até a tarde desta quarta-feira, 27/10, realizamos o pagamento de 157 artistas. Esse é um passo fundamental para auxiliar, fomentar e impulsionar a economia da cadeia da cultura, assim como projetos de produção e difusão artístico-cultural para essa classe, que foi tanto afetada pela pandemia da Covid-19. E, por ordem do prefeito, estamos premiando o máximo de projetos”, explicou Oliveira.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.