Fapeam premia seis professores que se destacaram como pesquisadores  

Compartilhe:

Seis professores da Secretaria de Estado de Educação e Desporto venceram, em suas áreas de atuação, o Prêmio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam).

O professor Alysson Roberto Garcia Azevedo foi o vencedor na área de Engenharias; Persiely Pires Rosa venceu na área de Ciências Exatas e da Terra; Márcia de Castro Gomes foi premiada em Ciências Biológicas.

Ileia Maria de Jesus Matos foi a vencedora do PCE na área de Ciências Humanas; Jonathan Felix Ribeiro Lopes foi premiado na área de Ciências Sociais Aplicadas; e Romário Neves Coelho foi reconhecido na área de Linguística, Letras e Artes.

A iniciativa premiou pesquisadores das áreas de Ciências da Vida, Exatas e Humanas, Inovação, profissionais de comunicação e professores da educação básica que desenvolvem projetos científicos e tecnológicos por meio do Programa Ciência na Escola (PCE).

Os prêmios somam R$ 248.160 e são financiados com recurso exclusivo do governo estadual.

Com a iniciativa, o governo reconhece e valoriza os trabalhos de pesquisadores das áreas de Ciências da Vida, Exatas, Humanas e Inovação, profissionais de comunicação e pesquisadores da educação básica, que desenvolvem projetos científicos no âmbito do Programa Ciência na Escola (PCE).

Kuka Chaves, secretária de Estado de Educação e Desporto, vê a premiação como um merecido reconhecimento aos docentes da rede estadual de ensino e um incentivo para a pesquisa no Amazonas.

“É maravilhoso que o Governo do Estado reconheça as iniciativas que tanto colaboram para a melhoria da qualidade de ensino; e que mostra aos nossos alunos como as ciências são vastas e importantes para o crescimento e desenvolvimento do mundo”, observou Chaves.

 Premiação

Durante o evento de premiação, no dia 12 de novembro, a diretora-presidente da Fapeam, Márcia Perales Mendes Silva, ressaltou que o prêmio reafirma a importância da ciência, ao destacar que o edital foi lançado no dia 8 de julho, justamente na data em que se comemora o Dia Nacional da Ciência e o Dia do Pesquisador Científico.

“Esta ação prestigia, valoriza e contribui com esses profissionais pela importância de seus trabalhos para o desenvolvimento tecnológico e inovador no Amazonas”, frisou.

PCE

O Programa Ciência na Escola teve seu primeiro edital lançado no ano de 2004 e, desde então, acontece anualmente no Amazonas. Durante a sua trajetória, a iniciativa reuniu, aproximadamente, mais de 5 mil projetos e mobilizou 5 mil professores, 24 mil alunos e 25 mil famílias envolvidas direta indiretamente.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.