Unesco recomenda Filosofia como recurso para lidar com incertezas

Compartilhe:

As Nações Unidas celebram o Dia Mundial da Filosofia neste 18 de novembro. Proposta pela Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, a data pretende renovar o comprometimento internacional com o assunto.

A Unesco preparou uma agenda para a comemoração, com a eventos virtuais em diversos locais, para promover discussões sobre questões atuais, em que se observa “incertezas e desordem”.

Evento global

As plenárias terão a participação de representantes de todas as regiões, com o objetivo de refletir sobre o papel da filosofia em ajudar a compreender o mundo moderno e encontrar soluções para os complexos desafios globais.

O professor Getúlio Pereira Junior explicou à ONU News, de São Paulo, a importância da filosofia no dia a dia, especialmente em um momento de polarizações e disseminação das ‘fake news’, ou informações falsas.

filosofia “é o estudo da natureza da realidade e existência, do que é possível saber e do comportamento certo e errado.” Foto: Hans Andersen
Segundo a Unesco,

“A principal contribuição da filosofia é em ser capaz de criar no indivíduo constante capacidade de questionamento da realidade, das informações que ele recebe. Não é um individuo passivo, que não reflete sobre as informações que recebe”

A mesma internet que facilita o acesso à desinformação também é ferramenta importante para o consumo de conteúdo filosófico de qualidade, destaca o professor.

Getúlio Pereira Junior reforça que a perspectiva filosófica é o que permite as pessoas a questionarem e refletirem, sendo capazes de analisar as afirmações que recebem.

“A filosofia serve para afligir, para tirar a pessoa do estado de conforto, do estado de aceitação simples da realidade e fazer com que a pessoa busque ter uma compreensão clara da realidade. A filosofia não serve nem ao Estado nem à Igreja, que tem outras preocupações, e não serve também a qualquer poder estabelecido.”

A Unesco complementa afirmando que a filosofia fornece bases conceituais dos princípios e valores dos quais depende a paz mundial: democracia, direitos humanos, justiça e igualdade, ajudando a consolidar esses fundamentos autênticos de coexistência pacífica.


Fonte: ONU News

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.