Inscrições para o Prêmio Lixo Zero Brasil encerram-se neste domingo (21/11)

Compartilhe:

Encerram-se neste domingo (21/11) as inscrições para o Prêmio Lixo Zero Brasil. Este ano, Manaus irá sediar, pela primeira vez, a cerimônia de entrega da premiação.

O Prêmio Lixo Zero Brasil acontece anualmente e tem como objetivo reconhecer e valorizar ações de estímulo às boas práticas, no que diz respeito à gestão dos resíduos e à sustentabilidade.

As inscrições para participação podem ser feitas pelo site https://www.premiolixozero.com.br/.

Podem concorrer iniciativas de todo país. São 18 categorias:

  • Conscientização e Educação;
  • Reciclagem ou Sistema de Reciclagem;
  • Compostagem;
  • Redução e Reuso;
  • Tendências;
  • Ações Comunitárias;
  • Políticas Públicas;
  • Comunicação e Imprensa;
  • Tecnologia;
  • Cidades Lixo Zero;
  • Escolas Lixo Zero;
  • Eventos Lixo Zero;
  • Indústria Lixo Zero;
  • Celebridades e Influenciadores;
  • Beleza e Saúde;
  • Audiovisual;
  • Logística Reversa e Moda Lixo Zero.

A cerimônia de anúncio dos vencedores será realizada no dia 17 de dezembro, no Centro Cultural dos Povos da Amazônia.

A divulgação do resultado também será transmitida pela internet. O prêmio é idealizado pelo Instituto Lixo Zero Brasil (ILZB), instituição que atua em todo o país no desenvolvimento de ações com foco na destinação correta dos resíduos.

ILZB

O ILZB é uma organização da sociedade civil autônoma, sem fins lucrativos, pioneira na disseminação do conceito Lixo Zero no país. Fundado em 2010, a entidade representa o Brasil na ZWIA – Zero Waste International Alliance, movimento internacional de organizações que desenvolvem o conceito e princípios do Lixo Zero no mundo.

O embaixador do ILZB em Manaus, o biólogo Daniel Santos, diretor da Damata Consultoria, diz que, em 2020, Manaus teve 11 projetos de instituições públicas e privadas, além de pessoas físicas, concorrendo ao Prêmio Lixo Zero Brasil.

O coletivo Lixo Zero Manaus, o qual representa também, ganhou na categoria Melhor Evento Municipal.

“Esperamos que mais projetos sejam inscritos nesta edição. Dessa forma vamos disseminar ainda mais as boas iniciativas realizadas no Amazonas”.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.