Instituto Vladimir Herzog e Unicamp inscrevem para prêmio em direitos humanos

Compartilhe:

O Instituto Vladimir Herzog e a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) recebem, até 31 de janeiro de 2022, inscrições para a segunda edição do Prêmio de Reconhecimento Acadêmico em Direitos Humanos (PRADH).

A premiação foi criada em 2020 para reforçar o compromisso da universidade com a defesa dos direitos humanos no Brasil, incentivando a criação e a difusão de conhecimentos que contribuam para a proteção e a promoção da dignidade da vida e de todas as formas de existência.

Podem concorrer trabalhos de graduação (iniciação científica ou monografia de conclusão de curso), mestrado e doutorado stricto sensu, encerrados e aprovados entre 01/01/2021 e 31/12/2021.

Estão alinhadas com o PRADH pesquisas que sejam compatíveis com:

O respeito à dignidade da vida em todas as suas manifestações, ampliando os direitos da comunidade do planeta de ser, existir e cumprir sua função nos processos em constante renovação da vida; o combate à desigualdade, à pobreza e à fome, em todas as suas formas e dimensões, para garantir a todos os seres humanos a realização de seu potencial em dignidade e igualdade, em um ambiente saudável;

A promoção de meios renovados de desenvolvimento tecnológico, econômico e produtivo que eliminem a exploração humana e priorizem a possibilidade de uma vida de plena realização pessoal e coletiva, em harmonia entre todos os entes vivos;

A proteção ao planeta diante do risco de degradação, sobretudo por meio do consumo e da produção necessária sustentáveis, uso racional e partilhado por todos que precisam dos seus recursos naturais e do comprometimento com a vida plena das gerações presentes e futuras;

O estímulo ao espírito e às práticas de solidariedade local e global, concentrada nas necessidades dos mais vulneráveis e pautada pela responsabilidade compartilhada; o fortalecimento da cultura do respeito, do diálogo e da paz, estimulando sociedades justas e inclusivas, livres da intolerância e da violência.

A primeira edição do prêmio recebeu inscrições de pesquisadores das universidades públicas do Estado de São Paulo. Esta segunda edição vai acolher candidaturas de todas as instituições públicas de ensino e pesquisa sediadas no Estado de São Paulo (municipais, estaduais e federais).

Mais informações sobre o edital estão disponíveis no site da Diretoria Executiva de Direitos Humanos da Unicamp.

 

Fonte: Agência Fapesp

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.