Capes e MEC enviarão professores de alfabetização para curso em Portugal

Compartilhe:

O Programa de Desenvolvimento Profissional de Professores Alfabetizadores em Portugal – Alfabetização Baseada na Ciência (ABC), oferece cem vagas para que professores em exercício nas redes públicas de educação básica participem do curso de aperfeiçoamento na cidade do Porto, em Portugal.

O programa está vinculado à Capes e à Secretaria de Alfabetização (Sealf) do Ministério da Educação (MEC).

As diretrizes do processo seletivo, apresentadas no Edital nº 17/2022, foram publicadas no Diário Oficial da União.

Carlos Lenuzza, diretor de Formação de Professores da Educação Básica (DEB) da CAPES, destacou que a Fundação tem dedicado especial atenção aos profissionais da educação que trabalham com alfabetização. Para o diretor, “há a expectativa de que eles voltem de Portugal como multiplicadores, o que lhes compete uma grande responsabilidade”. Para o gestor, é esperado que os conhecimentos adquiridos no curso alcancem um grande número de profissionais brasileiros.

Por sua vez, Carlos Nadalim, secretário de Alfabetização do MEC, explicou que a proposta inicial apresentada aos portugueses previa o envio de profissionais brasileiros àquele país. A capacitação presencial, entretanto, foi parcialmente adaptada para se tornar on-line por causa da pandemia. “Com esse ajuste conseguimos alcançar um número muito expressivo de profissionais que estão se beneficiando dos conteúdos do curso. Muitos, inclusive, já estão adotando as estratégias em sala de aula”, afirmou.

As aulas presenciais em Portugal serão oferecidas em parceria com a Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto. Rui Alves, professor da instituição, expressou a satisfação de sua equipe em colaborar para que as crianças portuguesas e brasileiras aprendam com métodos científicos eficazes. Já as atividades práticas e visitas às escolas portuguesas, serão acompanhadas pelo Instituto Politécnico do Porto (IPP). Ana Sucena, do Centro de Investigação e Intervenção na Leitura (CiiL) do IPP, concluiu: “pretendemos capacitar os professores brasileiros na promoção de competências-alicerces para aprender a ler em português”.

Os professores portugueses participaram à distância do evento de lançamento do Programa> Foto: Naiara Demarco/CCS/Capes

Cronograma
O candidato precisa estar cadastrado e com currículo atualizado na Plataforma Capes de Educação Básica, até o dia 29 de abril. As inscrições podem ser feitas pelo Sistema de Inscrições da Capes (Sicapes), até as 18h do dia 06 de maio. Ele terá até 26 de junho para concluir o Curso ABC, na modalidade on-line. O resultado final será divulgado em 01 de agosto. O embarque para Portugal está previsto para acontecer de 28 a 30 de outubro. A capacitação, com 240 horas, terá seis semanas de duração e ocorrerá entre novembro e dezembro desse ano.

Programa
ação faz parte da parceria entre a CAPES e a Sealf, no âmbito do Programa Tempo de Aprender, Eixo I – Formação continuada de profissionais da alfabetização. Além disso, conta com a cooperação de duas instituições portuguesas: Universidade do Porto e Instituto Politécnico do Porto. O edital complementa outras iniciativas incentivadas pela CAPES, com o Projeto ABC: o curso on-line – que conta com 245 mil inscritos – e a publicação dos Manuais ABC e ABC na Prática, que estão disponíveis, gratuitamente, no site do MEC.


Fonte: CCS/Capes

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.