Escolas da Semed celebram a semana da Literatura Amazonense

Compartilhe:

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) promoveu, nesta segunda-feira (4/4), uma roda de conversa com os estudantes da escola municipal Nazira Daou (Educandos, zona Sul.

A atividade faz parte da programação da Semana da Literatura Amazonense (4 a 8/4), cujo objetivo é proporcionar aos alunos conhecimento sobre a literatura e divulgação dos poetas amazonenses.

O evento de caráter lúdico envolve alunos do turno matutino do 1° ao 5° ano da unidade de ensino, que possui 596 estudantes do ensino fundamental e ainda atender alunos do 2° segmento da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Um dos participantes foi o aluno do 4° ano “B”, Josué Barbosa, que comentou a sua percepção sobre o evento. “Gostei muito da atividade de hoje na escola, pois conheci um poeta de verdade que contou sua história desde quando era criança, e agora se tornou um escritor e poeta. Ele disse que eu posso ser um grande poeta também”, salientou.

No decorrer desta semana, o subsecretário Carlos Guedelha e demais integrantes da Subsecretaria de Gestão Educacional continuarão visitando as escolas com a finalidade de incentivar a leitura na educação municipal.

“Entendemos que a literatura é um bem essencial e um dos meios mais produtivos para o letramento. A escola tem que criar canais para exercer este direito de acesso à literatura. Então queremos que as pessoas entendam que a literatura pode ser apreciada e entendida desde as primeiras séries”, comentou o subsecretário de Gestão Educacional, Carlos Guedelha, que na ocasião conversou com os estudantes presentes.

Conforme a gestora da unidade de ensino, professora Edislene Melo, a iniciativa, denominada “Conversa com o escritor”, iniciou no ano passado.

“Queremos incentivar em nossos alunos o hábito da leitura e mostrar que aqui no Amazonas existem pessoas comuns que venceram pela educação. Neste ano iniciamos com a Semana da Literatura Amazonense, com a presença do poeta e escritor Carlos Guedelha para abrilhantar esse momento, porque a poesia representa uma forma de ampliar o domínio da linguagem”, destacou.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.