Professores fazem avaliação positiva do projeto Mestre Qualificado

Compartilhe:

“O que nós vivemos, hoje, é um tempo novo”, disse a professora Sandra Neves, da Escola Estadual de Tempo Integral (EETI) Nossa Senhora das Graças, referindo-se ao projeto Mestre Qualificado, vinculado ao Educa+Amazonas.

A iniciativa vai ofertar 15 mil vagas, gratuitas, a profissionais graduados em Licenciatura Plena, Normal Superior ou Pedagogia que atuam nas redes públicas do estado.

O edital do projeto foi lançado, na manhã nessa segunda-feira (04/04), pelo governador Wilson Lima, em solenidade realizada na Secretaria de Educação e Desporto. Participaram da cerimônia também a titular da pasta, Kuka Chaves; o diretor-presidente do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), José Augusto de Melo Neto; a pró-reitora de Ensino de Graduação da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Kelly Christiane Silva de Souza;  a secretária municipal de Educação, professora Dulce Almeida, e a deputada Therezinha Ruiz.

Fruto da parceria entre Secretaria de Educação, UEA e Cetam, o Mestre Qualificado conta com investimento de R$ 30 milhões.

Sandra Neves reconhece os avanços na Educação, na atual gestão.  “Nós ganhamos muito, além do maior abono, que foi o Fundeb, hoje, a valorização do professor está sendo colocada em prática. Sair da sala de aula, ter um curso de especialização, conseguir fazer uma pós-graduação, ter esse incentivo do Estado, do governador e da Secretaria de Educação é muito importante para nós, professores”, disse a educadora.

Para ela, que trabalha com crianças do 4º ano do Ensino Fundamental, os estudantes serão os mais beneficiados pelo projeto.

“Nós estamos na base, e a base tem que ser bem trabalhada. Então, se nós, como base, conseguirmos trabalhar essas disciplinas específicas, de Língua Portuguesa e Matemática, com afinco, os alunos chegarão ao Ensino Médio alavancados”.

Francisca Gomes, professora: Foto: Lucas Silva

Professora da EETI Santa Terezinha, Francisca das Chagas de Souza Gomes acredita que a pós-graduação ofertada pelo Mestre Qualificado somará ao conhecimento e à qualificação dos profissionais das redes municipal e estadual de Educação.

“O professor tem que estar constantemente se reconstruindo na sua base, reconstruindo seus conhecimentos, para que ele possa, também, passar essa formação para os seus alunos”, destacou a educadora.

Francisca comemorou ainda o fato do projeto ser ofertado também aos profissionais do interior do estado.

“O mais importante é que essa qualificação não ficou somente na capital, ficou também no interior. Pessoas que queriam ter essa oportunidade e não tinham essa oportunidade, o mais importante foi isso”, acentuou a professora.

 Inscrição

O curso Saberes e Práticas para a Docência nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental: Língua Portuguesa e Matemática será na modalidade presencial mediada por tecnologia. O edital com as especificações está disponível no site do Cetam, responsável pela seleção dos docentes participantes por meio da Comissão Permanente de Concursos (Copec).

As inscrições começam no dia 18 de abril. Para mais informações basta acessar o link https://www.concursoscopec.com.br/.

A pós-graduação foi pensada como uma estratégia para melhorar os níveis de aprendizagem, uma vez que a formação de professores e pedagogos dos anos iniciais tem se mostrado eficaz para a melhoria da qualidade do ensino.

 Edital

Com duração de 18 meses e carga horária de 450 horas, a especialização é voltada a portadores de diploma em Licenciatura Plena em Normal Superior ou Pedagogia, que atuam nos anos iniciais do Ensino Fundamental e do 1º Segmento da EJA.

Os candidatos precisam ser efetivos há pelo menos três anos e não devem estar em processo de aposentadoria, dentre outros requisitos listados no edital. As inscrições serão exclusivamente via Internet.

Solenidade de lançamento do edital, com o governador Wilson Lima. Foto: Lucas Silva

Valorização

“Um dos pilares da Educação é a formação dos educadores. E o Governo Wilson Lima tem realizado sucessivas ações de valorização dos professores, criando oportunidades inéditas como o projeto Mestre Qualificado. O resultado será uma melhor aprendizagem e a retomada no crescimento dos indicadores educacionais”, ressaltou José Augusto de Melo Neto, diretor-presidente do Cetam.

Para a pró-reitora de Ensino de Graduação UEA, Kelly Christiane Silva de Souza, o projeto representa um momento de orgulho para o Estado.

“Nesse momento, contribuir com a qualificação de 15 mil professores da rede pública do Amazonas é um momento, com certeza, ímpar. Quando nós, professores da Universidade, pensamos juntamente com a Seduc como fazer para que os professores possam chegar às escolas oferecendo mais e melhor. Porque a formação inicial eles já têm. Então, agora, junto com a Secretaria de Educação, queremos favorecer para que os professores possam chegar nas escolas e fazer com que a criança ou o adolescente possa aprender mais e melhor. E, assim, que nosso estado possa ganhar destaque no cenário brasileiro”, destacou Kelly Christiane.

Beneficiados

Com duração de 18 meses e carga horária de 450 horas, a especialização é voltada a portadores de diploma em Licenciatura Plena em Normal Superior ou Pedagogia, que atuam nos anos iniciais do Ensino Fundamental e do 1º Segmento da Educação de Jovens e Adultos.

Os candidatos precisam ser efetivos há, pelo menos, três anos, e não estar em processo de aposentadoria, dentre outros requisitos listados no edital. As inscrições serão, exclusivamente, via internet.

Execução

A UEA foi a instituição escolhida para ofertar o curso por meio de convênio entre a universidade, Seduc e Fundação Muraki. O curso foi idealizado com a participação de profissionais altamente qualificados da Escola Normal Superior (ENS/UEA), especialmente dos cursos de Língua Portuguesa, Matemática e Pedagogia.

Entre os diferenciais, o curso torna-se inovador quando trata do seu alcance. Além disso, o foco na prática pedagógica e no ensino reflexivo sinalizam uma experiência diferenciada para os profissionais que participarão.

Oportunidade

A iniciativa abre oportunidade de trabalho para até 400 professores assistentes que atuarão no interior e na capital.

O recrutamento desses profissionais será feito por um edital de seleção, a ser divulgado pela universidade.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.