Salomão Rossy vence o 1.º Festival de Música e Arte de Manaus

Compartilhe:

O compositor e cantor Salomão Rossi foi o vencedor do 1° Festival de Música e Arte de Manaus (Femuarte), com a canção Festa do Rei de Todos.

Em segundo lugar ficou o compositor Jaime Pereira, com a música Manaus Enamorada, interpretada pela cantora Kethlen Nascimento. Zepelim Baré, dos compositores Renato Borges e Reina, interpretada por Gil Valente, ficou em terceiro lugar.

O cantor Nicolas Jr. foi o quarto colocado no festival com a composição Eu, o Amor e o Mar. E “Lamento da Floresta”, composta e interpretada pelo cantor Léo Monteiro, completou a lista das cinco melhores canções da primeira edição do festival.

Realizado pela GYC Produções Audiovisuais e Eventos, o festival, que se encerrou na madrugada de sábado, no Teatro Amazonas, contou com o apoio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), da Fundação de Apoio ao Idoso Doutor Thomas (FDT) e da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Amazonas.

Conforme o diretor-presidente da Manauscult, Alonso Oliveira, fomentar a cultura em Manaus, resgatando os grandes festivais de música, selo da força artístico-cultural do Estado, é uma das determinações do prefeito David Almeida.

“A Manauscult contribuiu para a realização desses três dias de festival, e tanto a Prefeitura quanto o Estado, estão empenhados na valorização da cultura e da arte, tenho certeza que esse evento está servindo de base para revelar grandes talentos e confirmar outros”, disse Oliveira.

Premiação

O festival premiou em dinheiro os cinco primeiros colocados, além das categorias de melhor letra, arranjo e intérprete, totalizando mais de R$ 43 mil em premiação.

O grande vencedor do 1º Femuarte, o cantor e compositor Salomão Rossi, que também levou para casa os prêmios de melhor letra, arranjo e intérprete, explica que a música vencedora da competição Festa do Rei de Todos é dedicada aos três reis do Oriente, que visitaram Jesus Cristo logo após o nascimento, na manjedoura.

“O festival, muito mais que uma premiação, neste momento, é um presente para todos nós que estivermos nesse tempo de reclusão, um bom tempo para pensar em tudo, e poder produzir um pouco mais. E dedico esses prêmios a todos os compositores e intérpretes que participaram desse lindo festival, principalmente depois desse momento de pandemia, desse choque de ficar em casa. Agora, voltarmos a estar reunidos em nome da arte e da cultura, é muito emocionante”, contou o artista.

O coordenador-geral do evento, Rogério Pimenta, destacou a importância do apoio da prefeitura para realização do festival.

“Toda a equipe do Femuarte está muito feliz, com a sensação de dever cumprido, de descobrir e divulgar os talentos culturais da nossa terra. Esse festival só foi possível com ajuda da prefeitura, da Manauscult, que não mediram esforços para realizar esse sonho junto com a gente. Que venham mais festivais”.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.