Atenção Primária à Saúde da Prefeitura vai ter bolsistas da Fapeam

Compartilhe:

A Prefeitura de Manaus e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) querem envolver os alunos de graduação nos projetos desenvolvidos pela Atenção Primária à Saúde (APS).

Por isso, firmaram parceria para a concessão de bolsas de estudo por meio do Programa de Apoio à Iniciação Científica (Paic).

A implantação do programa será realizada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio da Escola de Saúde Pública (Esap), que ficará responsável pela gestão, acompanhamento da execução e avaliação dos projetos que serão desenvolvidos.

A diretora da Esap, Karina Cerquinho, explica que o Acordo de Cooperação Técnica terá duração de 60 meses e que cinco bolsas de Iniciação Científica para desenvolvimento de pesquisa pelo período de 12 meses, já foram aprovadas.

“A implantação do Paic no âmbito da Semsa conflui com a necessidade de consolidação das nossas atividades, fomentando a pesquisa científica, a criação de grupos de estudos como possibilidade de qualificação da gestão, tomada de decisões e operacionalização das ações de interesse do SUS e de necessidades da população manauense”, acentua.

A diretora da Esap ressalta ainda que entre os objetivos do Paic na Semsa estão o de estimular o envolvimento de novos pesquisadores nas linhas de pesquisa da Esap/Semsa, motivar os pesquisadores a envolver os alunos de graduação nas atividades científicas em temáticas da APS e também o de promover a cooperação científica entre a Esap e as instituições de ensino superior do Amazonas.

 A partir de recursos financeiros e bolsas institucionais, o Paic apoia estudantes de graduação interessados no desenvolvimento de pesquisa em instituições públicas e privadas do Amazonas.

A diretora-presidente da Fapeam, Márcia Perales, enfatiza que o programa possibilita aos estudantes o envolvimento com a ciência e qualificação, a partir da vivência em projetos de iniciação científica. “O Paic fortalece o cenário de formação de recursos humanos com uma possível continuidade acadêmica em nível de mestrado e doutorado”, afirmou.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.