Aplicativo criado na UEA auxilia alunos do ensino médio sobre vestibular

Compartilhe:

Durante uma conversa dos alunos do curso de Licenciatura em Computação do Núcleo de Ensino Superior de Carauari (Nescar) da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), o projeto do aplicativo Se liga aí surgiu com o intuito de auxiliar estudantes do ensino médio do município a terem mais informações referentes ao vestibular e também sobre os cursos de ensino superior que gostariam de cursar.

O estudante Marlon Ponciano, o idealizador do projeto, contou que percebeu, durante conversa com seus colegas de turma e também do Nescar, que suas dúvidas antes de ingressarem à UEA eram parecidas e como muitos estudantes do ensino médio de hoje ainda sofriam com as mesmas questões.

“Estávamos conversando muito sobre isso dentro de sala e os relatos de todos os colegas eram bem parecidos. Eles diziam que era muito difícil, não só se preparar para os vestibulares, mas também entender os vestibulares, do que se tratam e o quão importante eram em nossas vidas. Na nossa opinião, o aluno do ensino médio não tem ciência da importância do vestibular para o futuro deles”, explica Ponciano.

A partir daí surgiu a ideia do aplicativo batizado de Se liga aí, onde iria ser disponibilizado todo tipo de informação referente a vestibulares e cursos de ensino superior que os estudantes do ensino médio poderiam vir a ter, tais como: função específica para o usuário conhecer mais sobre cada curso; a possibilidade de o usuário ser redirecionado de dentro do aplicativo para um site que fizesse teste vocacional; informações sobre as unidades da UEA que existem em todo estado.

Marlon Ponciano, com a ajuda de Alaor Rezende da Silva, Gabriel Rodrigues de Medeiros, Heitor Lima da Silva e Railson da Silva Campelo, todos alunos de Licenciatura em Computação, iniciaram o projeto em abril de 2021 e passaram cerca de dois meses programando e estruturando o aplicativo.

“O foco principal sempre foi dar para os alunos uma ferramenta que nós não tivemos e que acreditamos que se tivéssemos, poderíamos ter construído uma história diferente, no sentido de maior preparo para o vestibular”, enfatiza Marlon.

Aplicativo

Para a distribuição do Se liga aí, os alunos da UEA apresentaram o projeto do aplicativo nas duas principais escolas de ensino médio de Carauari e adotaram duas estratégias para compartilhar com os estudantes. A primeira seria por meio de envio por proximidade para pessoas específicas nas escolas, estas ficavam responsáveis por distribuir para seus colegas.

A segunda estratégia seria disponibilizar um link pelo Google Drive, dentro do próprio aplicativo, caso o usuário queira convidar amigos para acessar. Então poderiam fazer o download do aplicativo e baixar em seu próprio aparelho. “A premissa era fazer algo voltado mais às necessidades e peculiaridades da nossa cidade. Mas devido a algumas situações financeiras não tivemos como colocar dentro de lojas de aplicativos”, explica Ponciano.

Recepção dos usuários

Ponciano relata que após apresentar a ideia aos alunos percebeu a empolgação deles pela iniciativa. E, hoje, mesmo depois de o aplicativo ter sido lançado ainda recebe opiniões positivas dos usuários.

“Para nós foi motivo de satisfação porque acreditamos que a responsabilidade do acadêmico vai muito além de apenas absorver o conteúdo da sala de aula, principalmente o acadêmico da universidade pública. Ele tem a responsabilidade de utilizar os conhecimentos adquiridos para contribuir com a sua comunidade e a sociedade em geral”, conclui o idealizador.


Fonte: Ascom/UEA

Texto: Caroline Souza

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.