Aluno(a)s da Seduc lançam protótipos de foguetes com foco em etapa nacional

Compartilhe:

Os estudantes da Escola Estadual Maria Amélia do Espírito Santo (zona centro-oeste de Manaus) participaram, nessa terça-feira (26/04), da 16ª Mostra Brasileira de Foguetes. A fabricação ee lançamento de protótipos de foguetes exigem dos alunos conhecimentos físicos, químicos e matemáticos.

Os testes de lançamentos ocorreram na Fundação Vila Olímpica (FVO) e os alunos que conquistarem os melhores resultados participarão da competição nacional da Agência Espacial Brasileira (AEB), que ocorrerá no Rio de Janeiro.

A atividade prática foi realizada como estímulo aos alunos após o aprendizado dos conhecimentos teóricos, e teve como objetivo o desenvolvimento e lançamento do protótipo de um foguete.

O evento foi realizado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em parceria com a AEB, durante a manhã e à tarde, e teve como foco os estudantes da 1ª, 2ª e 3ª série do Ensino Médio. Ao todo, foram mais de 250 alunos participando, e mais de 100 foguetes criados e lançados.

Incentivo

O professor e coordenador do projeto, Edezio Silva Júnior, comenta que o evento visa auxiliar os estudantes na conquista de uma vaga para a competição nacional, além de estimular a participação conjunta e o foco científico de cada um.

“Temos estudantes muitos inteligentes e focados na atividade, eles veem como os experimentos são realizados, a forma química e física que ocorre o processo, e podem pôr na prática o que aprendem, vendo seus resultados e se divertindo no processo. Muitos tiveram êxito no lançamento e acredito que irão poder participar da competição da AEB, eles estão bem ansiosos”, diz o professor.

A estudante Maria Rita dos Santos, de 17 anos, diz que ficou feliz realizando o projeto com seus amigos. Ela reforça como a criação do foguete ajudou no seu aprendizado.

“Fazer o foguete do zero com meus amigos foi muito legal, pois todos tiveram que participar, e isso nos uniu muito no processo. Eu me senti muito inspirada pelos meus amigos que conquistaram uma vaga na competição nacional do ano passado, então me esforcei bastante e espero conseguir essa oportunidade”, diz Maria.

Mostras de Foguetes 

A Mostra Brasileira de Foguetes avalia a capacidade dos estudantes de construir e lançar, o mais longe possível, foguetes feitos de garrafa PET, de tubo de papel ou de canudo de refrigerante e misturas químicas.

Entre 21 e 31 de maio, a escola deverá informar os alcances dos foguetes e os nomes dos participantes previamente inscritos.

No final, todos, incluindo professores e diretores, recebem um certificado e os estudantes que alcançarem os melhores resultados ganham medalhas e a possibilidade de concorrer na competição nacional, com data a ser informada.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.