Professores testam ensino de robótica e uso de impressora 3D em sala de aula

Compartilhe:

Aprender, ensinar e multiplicar. Esta é a proposta do treinamento para professores das seis escolas que já receberam o Espaço Maker, do projeto Fazer para Aprender.

As atividades práticas para o uso impressora 3D, artigos de marcenaria, realidade aumentada, robótica foram realizadas durante dois dias, no Centro Educacional de Tempo Integral (Ceti) Dariana Lopes, na zona norte de Manaus, e encerraram nesta terça-feira (10/05).

O Projeto integra o programa Educa+Amazona e visa fomentar o desenvolvimento de metodologias ativas de aprendizagem em ambientes multi-instrucionais em escolas da rede pública estadual.

Os educadores foram preparados para atuar nos espaços das suas unidades que, até o momento, somam seis escolas. Ainda neste mês, mais 15 escolas de tempo integral vão receber os espaços. A previsão é que 100 escolas de tempo integral recebam a iniciativa.

A professora da Escola Estadual de Tempo Integral (EETI) Maria Arminda, Flávia Azevedo, afirma que o espaço estimula a criatividade dos alunos.

▶️ Vídeo AQUI: https://drive.google.com/file/d/1tKyIpC57Rub_D0iG_HbvNGV3m6BaJMg9/view?usp=sharing

“Esse treinamento nos oportunizou a aprender um pouco mais sobre várias ferramentas e, assim, despertar no aluno a criatividade do inventar, em que a gente pode proporcionar aos estudantes outras possibilidades de ensino”, disse a educadora.

Já o professor Carlos Alexandre, que atua no Ceti Dariana Correa Lopes, explica que o laboratório da escola já está preparado para receber os estudantes.

“Nós estamos fazendo um curso de capacitação envolvendo robótica, programação, e tivemos um pouco de marcenaria. Está sendo bem proveitoso, porque todos esses materiais estão disponíveis aqui na escola, e agora nós estamos aprendendo a utilizar com os alunos”, pontuou Carlos.

Novo Ensino Médio

O uso do Espaço Maker permite a autonomia dos alunos e a imersão nas práticas pedagógicas, o que está alinhado no modelo do Novo Ensino Médio, sendo um projeto de apoio para o NEM.

A pedagoga Jeanne Silva, que integra a Gerência de Mídias e Conteúdos Digitais, do Centro de Mídias de Educação do Amazonas (Cemeam), diz que o uso do Espaço Maker chega para vincular os conteúdos curriculares que estão na BNCC com a prática pedagógica.

“Hoje, está acontecendo a formação para os multiplicadores do conhecimento que será executado no laboratório. Aqui os professores estão atentos ao uso da impressora 3D, os instrumentos de robótica e outros, tudo com o intuito de tornar o aluno protagonista”, finalizou Jeanne.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.