Grupos folclóricos de Manaus recebem 976,6 mil para realizar festival

Compartilhe:

Os 72 grupos folclóricos de Manaus receberão apoio financeiro R$ 976.620,60 para realizar o 64º Festival Folclórico do Amazonas deste ano, que será no período de 12 a 24 de julho, no Centro Cultural Povos da Amazônia (CCPA), zona Sul.

O anúncio foi feito nesse domingo (15/5), pela Secretaria de Estado da Cultura e Economia Criativa e pela Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), instituições do governo do Amazonas e da prefeitura de Manaus respectivamente.

O valor será dividido para três grupos da categoria Boi-Bumbá Master A, que poderão ser contemplados com apoio financeiro de até R$ 109.540,20; 49 grupos na categoria Prata, com valor individual de R$ 12 mil; e 20 grupos da categoria Bronze, com o valor de R$ 3 mil por grupo folclórico.

A festa conta com inúmeras atrações, dentre elas, cirandas, danças nordestinas e internacionais, quadrilhas, bois-bumbá e tribos.

Na avaliação do secretário de Cultura e Economia Criativa do Amazonas, Marcos Apolo Muniz, o retorno do festival vai gerar emprego e renda por meio da economia criativa.

“É um dos principais eventos culturais populares do nosso estado, nosso Festival Folclórico do Amazonas. No ano passado fizemos em forma de live, tivemos uma receptividade muito bacana dos nossos internautas com engajamento muito grande nas redes sociais. Neste ano, o governador injeta mais recursos na economia através desse incentivo para os grupos folclóricos. A expectativa é grande”, assinala.

De acordo com o diretor-presidente da Manauscult, Alonso Oliveira, foi necessário muito diálogo entre os poderes públicos para que o festival pudesse retornar, após dois anos de pandemia, período em que não houve a realização do evento cultural.

“Nós reunimos a força da Assembleia Legislativa do Amazonas, do governo do Estado, da Câmara Municipal e da Prefeitura de Manaus, gerida pelo prefeito David Almeida, para que pudéssemos trazer o festival folclórico para o mês de junho e na bola da Suframa. Hoje, dentro da nossa realidade, foi possível conceder um reajuste financeiro de aproximadamente 20% para as categorias”, enfatizou Alonso Oliveira.

O diretor-presidente informou, também, que atualmente a Manauscult está na fase de avaliação de currículos dos jurados que serão selecionados para avaliar o 64º Festival Folclórico do Amazonas. A expectativa é ter um corpo de jurados composto por técnicos, produtores artístico-culturais, formadores de opinião e antropólogos.

 Regulamento

Na tarde da última sexta-feira (13/5), os presidentes dos grupos folclóricos, das categorias Ouro, Prata e Bronze, assinaram o Regulamento Único do 64º e 65º Festival Folclórico do Amazonas.

Na nova edição, o regulamento traz como diferencial, segurança jurídica e instrumentos para garantir normatização do festival em todas as suas etapas, com vigência até setembro de 2023.

O representante e tesoureiro da Liga de Grupos Folclóricos de Manaus, José de Arimatéia, destacou a importância do festival para os grupos que aguardavam pela volta das atividades.

“Além de incentivar a diversão, esse trabalho é social. Depois dessa pandemia, de todo mundo triste, todo mundo mentalmente afetado, não poderia ser um presente melhor pra nossa cidade o retorno do Festival Folclórico na Bola da Suframa, além de gerar emprego e renda”, afirmou José.

Diversão

Integrante da categoria Prata do Festival Folclórico, a quadrilha Unidos na Roça é uma das atrações confirmadas. O presidente do grupo, Joelson Cavalcante, afirmou que o sentimento é de gratidão pelo investimento no festival.

“É um sentimento muito gostoso, grandioso. Depois de dois anos, ver a casa cheia, lotada. Estamos com saudade do pessoal se divertir e brincar. Muita gente vive disso, muitas famílias desempregadas, e o Festival Folclórico gera renda para todo mundo. Estamos na ativa de novo”, comemorou Joelson.

Para a sinhazinha do Boi-Bumbá Brilhante, Scarlet Cauper, o momento é de comemoração.

“Hoje marca um momento por que esperamos dois anos. Agora é a preparação desde já das indumentárias. Essa aqui (indumentária) é linda, mas no festival será mil vezes melhor. Desde já convido você a vir nos prestigiar. Valerá muito a pena”.

Histórico

O Festival Folclórico do Amazonas teve seu início em 21 de junho de 1957, no campo do Quartel do 27º Batalhão de Caçadores, no estádio General Osório, em Manaus.

Desde sua abertura, o festival reúne diversas danças folclóricas de grupos de vários bairros de Manaus, contribuindo para difundir a cultura popular do Amazonas.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.