UEA e BIC fazem parceria na realização de ensaios laboratoriais

Compartilhe:

A Universidade do Estado do Amazonas (UEA) firmou acordo de cooperação técnica com a BIC Amazônia, para a realização de ensaios laboratoriais de segurança de isqueiros. O termo possui apoio da Fundação Universitas de Estudos Amazônicos (Fuea).

A solenidade de assinatura da parceria aconteceu nessa qunta-feira (19/05), na sede da Reitoria, e contou com a participação do reitor da UEA, André Zogahib, e do diretor industrial da BIC, Jean Marc Hamon.

O acordo dá início ao plano de trabalho a ser executado no Laboratório de Ensaio de Produtos, localizado na Escola Superior de Tecnologia (EST), onde são realizados testes de controle de qualidade de isqueiros.

No local, são avaliadas questões como o funcionamento e a segurança dos produtos, conforme norma técnica vigente da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

“Esta é uma demonstração da confiança que a UEA constrói ao lado de parceiros importantes para o desenvolvimento do ensino e aprendizagem. O acordo firmado será primordial para as ações no laboratório na EST e, sem dúvidas, trará impactos positivos para a comunidade acadêmica”, ressaltou o reitor.

Segundo o representante da BIC Amazônia, a assinatura do acordo tem grande importância para o processo de controle de qualidade dos isqueiros produzidos pela empresa.

“Como indústria instalada em Manaus, é fundamental termos um laboratório credenciado que possa fazer todos os testes de homologação do nosso produto. Além disso, é muito importante que esses testes ocorram em uma instituição como a UEA, que possui um quadro técnico competente”, disse Jean Hamon.

Atualmente, o laboratório conta com capacidade técnica e estrutural para realização das análises, e busca aprovação nos requisitos para certificação com o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

Esse processo de avaliação dos materiais atende a demandas de diferentes setores da sociedade: à comunidade acadêmica, ao qualificar docentes e fomentar o ensino; à comunidade em geral, ao proteger a população de acidentes com produtos não certificados; e à indústria, ao contribuir para a garantia de qualidade dos produtos.

A gerente de qualidade do Laboratório de Ensaio de Produtos, Prof.ª Dra. Samantha Coelho Pinheiro, afirma que a certificação do laboratório será importante para o desenvolvimento de novas pesquisas.

“Passamos por uma auditoria interna que aprovou o local para certificação e nos deu uma ótima avaliação. O termo de cooperação auxilia nesse processo, pois fortalece as ações que são executadas no laboratório e, em breve, daremos os próximos passos para a obtenção do selo do Inmetro”, ponderou.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.