Pesquisadora da UnB/Capes cria tijolo sustentável

Compartilhe:

Neste domingo (5/6), são comemorados o Dia Mundial do Meio Ambiente e o Dia Nacional da Reciclagem. As datas possuem um propósito comum: conscientizar a população sobre a importância da preservação do meio ambiente e dos recursos naturais.

Trata-se de uma temática de peso para a Capes, que apoia diversos projetos que visam à redução dos impactos ambientais e incentivam a reciclagem de resíduos e materiais.

Um exemplo desse tipo de pesquisa é o trabalho de Elisandra Medeiros, bolsista da Capes e doutora em Engenharia Civil pela Universidade de Brasília (UnB).

Durante sua tese, a pesquisadora demonstrou como transformar lodo de tratamento de água, cinzas e casca de arroz em tijolos sustentáveis para o setor da construção civil.

Tijolo sustentável feito com resíduo de lodo, cinzas e cascas de arroz. Foto: Arquivo pessoal

Elisandra conta que sempre se interessou por temas relacionados à sustentabilidade e que a sua pesquisa teve como objetivo o aproveitamento de resíduos e a diminuição do uso de recursos naturais.

“Pensamos em utilizar os resíduos na composição da massa cerâmica, do tijolo, e com isso reduzimos a quantidade de argila utilizada na sua produção”, explica a pesquisadora.

Para a criação do tijolo sustentável, a pesquisadora substituiu cerca de 25% da argila por um tipo de resíduo – lodo, casca de arroz ou cinzas –, adicionou água, fez a mistura e levou ao forno. Além de resultar em um tijolo resistente, o método contribui para a redução da degradação do meio ambiente e possibilita uma nova destinação para os materiais.


Fonte: CCS/Capes

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.