Deprecated: A função Advanced_Ads_Plugin::user_cap está obsoleta desde a versão 1.47.0! Em vez disso, use \AdvancedAds\Utilities\WordPress::user_cap(). in /var/www/html/amazonamazonia.com.br/web/wp-includes/functions.php on line 5381

“Desde lá Raíz” recebe inscrições de roteiristas negros e indígenas do Brasil

Compartilhe:

Estão abertas até o dia 17 de agosto as inscrições para a residência “Desde La Raíz”, programa de formação e criação audiovisual colombiano, inédita no Brasil, que promove vozes e histórias de pessoas negras e pertencentes às comunidades originárias.

O Projeto Paradiso, iniciativa filantrópica de fomento ao audiovisual nacional que apoia esta formação, vai oferecer uma Bolsa Paradiso no valor de R$ 10 mil para o roteirista negro ou indígena selecionado, além de integrá-lo à Rede Paradiso de Talentos.

Promovida pela Fundación Algo en Común, a residência vai durar três meses – com início previsto para setembro – e reunirá 18 roteiristas da Colômbia, Brasil e Panamá em encontros virtuais e em uma imersão presencial em Cali (Colômbia), em outubro. Durante este período os profissionais desenvolverão seus projetos de longas-metragens de ficção, com o apoio de uma equipe de profissionais renomados no mercado audiovisual da América Latina.

“Neste ano, pela primeira vez, criamos essa parceria com o Projeto Paradiso, que nos enche de orgulho e satisfação. Esperamos, com ela, poder contar com um roteirista do Brasil na residência Desde la Raíz, que terá três meses de duração, com duas semanas de imersão na cidade de Cali. Esperamos ter a chance de ler os projetos e conhecer histórias vindas do Brasil”, afirma Andrés Felipe Muñoz, diretor executivo da Fundación Algo en Común.

E por ser o Brasil um país bastante diverso em sua população, essa parceria é uma oportunidade para fortalecer as narrativas negras e indígenas nos cinemas.

“A residência de roteiro ‘Desde la Raíz’ é um espaço criativo e de conexões para esses talentos. Apoiar um profissional brasileiro para essa formação faz parte da nossa intenção de promover a diversidade neste setor. Queremos ver, cada vez mais, histórias audiovisuais inspiradoras, potentes e plurais representadas nas telas”, diz Josephine Bourgois, diretora executiva do Projeto Paradiso.

 Projeto Paradiso

O Projeto Paradiso, uma iniciativa filantrópica do Instituto Olga Rabinovich, investe em formação profissional e geração de conhecimento com programas de bolsas e mentorias, além de cursos, seminários e estudos. Focado na internacionalização,  atua por meio de parcerias com instituições de referência no Brasil e no mundo, criando oportunidades para profissionais em diferentes fases da carreira. Em quatro anos de existência já beneficiou dezenas de profissionais brasileiros do audiovisual por meio de suas inúmeras iniciativas. São elas:

Brasil no Mundo: busca fortalecer a participação nacional em grandes mercados e festivais no exterior, por meio de apoios a filmes selecionados para mostras competitivas, projetos em busca de coprodução internacional e prêmios.

Incubadora Paradisoapoia o desenvolvimento de roteiros brasileiros de longas-metragens de ficção que se destacam em importantes laboratórios e mercados audiovisuais do país. O programa oferece apoio e mentorias customizados para a produção e internacionalização do projeto, além de bolsa para o roteirista.

Paradiso Multiplica: é uma iniciativa de democratização do conhecimento. Os profissionais beneficiados pelas Bolsas Paradiso têm a oportunidade de estudar ao redor do mundo e, por meio deste programa, compartilham o conhecimento adquirido com diversos públicos de todo o país.

Bolsas e Prêmios: as Bolsas Paradiso focam na capacitação de curta e média duração no exterior, para o aperfeiçoamento de profissionais já atuantes no mercado. Já os Prêmios são voltados à formação e à capacitação profissional, em parceria com iniciativas como festivais, mercados e mostras.

Cursos e Semináriosao lado de consagrados parceiros nacionais e internacionais, o Projeto Paradiso incentiva a geração e difusão de informações, de maneira a contribuir para a qualificação do debate sobre o mercado audiovisual.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.