Deprecated: A função Advanced_Ads_Plugin::user_cap está obsoleta desde a versão 1.47.0! Em vez disso, use \AdvancedAds\Utilities\WordPress::user_cap(). in /var/www/html/amazonamazonia.com.br/web/wp-includes/functions.php on line 5381

Escola Amalaka, da Colômbia, vence o Prêmio Escolas Sustentáveis 2023

Compartilhe:

Com seu projeto “Conservar para transformar”, ele é o vencedor internacional da primeira edição deste prêmio da Santillana, OEI e Fundação Santillana, no qual mais de 1.300 escolas da Colômbia, México e Brasil participaram

A Instituição de Ensino Técnico Agroambiental Granja-Escuela Amalaka(GEA), da Colômbia, foi a vencedora internacional do Prêmio Escolas Sustentáveis.

O evento é promovido pela Santillana, pela Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI) e pela Fundação Santillana, com o apoio da Universidade Internacional de La Rioja (UNIR).

O projeto Conservar para Transformar, finalista na categoria Pré-Escola-Primário, foi o mais valorizado nesta primeira edição, da qual participaram mais de 1.300 escolas, públicas e privadas, do México, Colômbia e Brasil.

Conservar para transformar” é uma iniciativa que promove a proteção e conservação do meio ambiente, por meio da agroecologia, da pesquisa científica e da educação ambiental. O projeto surgiu da necessidade de transformar a terra erodida que era usada para a criação de gado em uma reserva natural. Para isso, a escola participa de diversas atividades que promovem a sustentabilidade ambiental da área, como a reprodução, o plantio e o cuidado com espécies arbóreas ou a ampliação da faixa florestal e, por sua vez, das coberturas vegetais, que abrigam as diferentes espécies de fauna. Dessa forma, conseguiu que esse espaço fosse reconhecido como reserva natural da sociedade civil.

São muitas emoções e muita gratidão por ser o vencedor do primeiro prêmio Escolas Sustentáveis. É um reconhecimento não só para a instituição de ensino, mas também para o nosso município de Totoró e para o nosso departamento de Cauca, o departamento mais biodiverso da Colômbia

Ana María Frankhauser, diretora da escola Amalaka.

Ao vencer o evento, esta escola recebe o troféu comemorativo de Escolas Sustentáveis e um prêmio de 23 milhões de pesos colombianos, equivalente a 25 mil reais, que visa ser um estímulo para continuar promovendo projetos em favor da comunidade e do meio ambiente.

Tanto o projeto vencedor quanto outras iniciativas que participaram do concurso estarão disponíveis para consulta no site das Escolas Sustentáveis, a fim de dar visibilidade e inspirar outras escolas em seu compromisso com o desenvolvimento sustentável.

Cerimônia de premiação

O veredicto do júri foi anunciado na cerimônia de premiação internacional, evento realizado em um ecoresort em Mata de São João (BA) no qual foram aplicadas as melhores práticas de sustentabilidade, como o uso de garrafas e copos reutilizáveis, papel reciclável e brindes feitos de material ecologicamente correto.

Recentemente, a Santillana recebeu o Certificado de Conformidade da Eventsost por aplicar esse tipo de critério sustentável na organização de seus eventos.

A mesa de abertura contou com a presença do secretário de Turismo do município de Mata de São João, Alexandre Rossi; o diretor global de Comunicação e Sustentabilidade da Santillana, Luciano Monteiro; o coordenador de Cooperação da OEI no Brasil, Rodrigo Rossi; e a ex-ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial

no Brasil e consultora em Políticas Antirracistas da Fundação Santillana, Nilma Lino Gomes.

Luciano Monteiro, da Santillana, destacou que o compromisso agora é “dar visibilidade a esses projetos sustentáveis das escolas para inspirar outras e continuar transformando a educação”. Por sua vez, Rodrigo Rossi, da OEI Brasil, acrescentou que “Escolas Sustentáveis nos permite continuar promovendo o desenvolvimento sustentável na região e fortalecendo a educação”.

Também estiveram presentes as seis escolas finalistas, que venceram a etapa nacional do concurso. Durante esses dias, eles também puderam trocar experiências e desfrutar de atividades educativas e culturais.

Projetos inscritos

Saiba mais em: Link

Fundação Santillana

Saiba mais em Link

Sobre a Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI)

Saiba mais em Link

Sobre a UNIR

Saiba mais em Link

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.